Detento coloca fogo em colchão de presídio da Grande BH; ao menos 12 ficam feridos

Secretaria de Segurança Pública informou que 18 presos estavam na cela no momento do ocorrido; cinco tiveram queimaduras graves

  • Por Jovem Pan
  • 04/11/2021 18h14 - Atualizado em 04/11/2021 18h19
Wilson Dias/Agência Brasil Wilson Dias/Agência Brasil Incêndio deixou presos feridos em BH

Um detento do Presídio Inspetor José Martinho Drumond, em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, ateou fogo em um colchão nesta quinta-feira, 4, e deixou pelo menos 12 feridos. Segundo a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais (Sejusp), havia 18 presos na cela no momento do incidente. Alguns sofreram queimaduras e outros tiveram mal estar por conta da fumaça. A pasta informou que 12 detentos foram encaminhados para hospitais em BH e Ribeirão das Neves, com apoio do Corpo de Bombeiros e do Samu. Cinco deles tiveram que ser transportados de forma aérea por conta da gravidade dos ferimentos. Os outros seis custodiados foram atendidos pela equipe médica da unidade prisional. A Secretaria informou que, ao colocar fogo no colchão, o preso cometeu um ato de subversão de ordem. “O ocorrido na unidade não se trata de uma rebelião e no momento a ação já está controlada no interior da unidade prisional. A direção do presídio irá instaurar um procedimento interno de investigação para apurar administrativamente o fato. O Depen-MG seguirá acompanhando o estado de saúde de todos os custodiados”, declarou. Nenhum servidor do presídio ficou ferido.