Entenda as diferentes mutações do câncer de pulmão e as perspectivas que a medicina personalizada oferece

Segundo pesquisador do Inca, identificar mudanças celulares ajuda a determinar qual o melhor tratamento para cada paciente, com maior chance de sobrevida

  • Por Conteúdo Patrocinado
  • 06/09/2021 12h00
National Cancer Institute/UnsplashIdentificação das mutações genéticas torna o tratamento contra o câncer de pulmão mais preciso

Com os avanços da medicina, os tumores passaram a receber diagnósticos mais específicos, baseados nas mutações genéticas que dão origem à doença. Isso tem permitido direcionar melhor o tratamento do paciente, segundo o médico oncologista Luiz Henrique Araújo, pesquisador do Inca (Instituto Nacional do Câncer) e do Instituto COI (Centro de Oncologia Integrado). No câncer de pulmão, em que a principal causa – 85% dos casos – é o tabagismo, já é possível definir diferentes subtipos, a partir de mutações que predizem a agressividade e a evolução da doença.

Isso é de grande importância porque, em muitos casos, a doença evolui silenciosamente e só acaba sendo diagnosticada quando o paciente já está em estágios mais avançados. Ao identificar as mutações envolvidas — existem dez —, o tratamento se torna mais preciso, com maior chance de sobrevida. Araújo explica que as mutações do câncer de pulmão são próprias do tumor, e não hereditárias. Ou seja, não passam de pai para filho. “Identificar essas mutações vão ajudar a determinar a melhor escolha para tratar aquele paciente. Por isso, chamamos de medicina personalizada”, descreve o especialista.

Novos casos  

É importante conscientizar a população sobre o câncer de pulmão, as formas de prevenção, a importância do diagnóstico precoce e os tipos de tratamento. A doença causa a morte de mais de 30 mil pessoas todos os anos, somente no Brasil, segundo o Inca. Dados do instituto apontam 30.200 novos casos (17.760 em homens e 12.440 em mulheres) anualmente no Brasil. Parar de fumar, alerta o médico, é a maneira mais eficaz de se prevenir contra o câncer de pulmão. A Amgen Brasil apoia ações que ampliam o conhecimento sobre o câncer de pulmão. Para saber mais sobre o tema, acompanhe os boletins da empresa no Spotify, Deezer e demais plataformas de áudio. Quem tem a assistente virtual Alexa também pode acessar os conteúdos. Basta dar a voz de comando: “Alexa, Toque Boletim Saúde Jovem Pan”

Ouça a oitava edição do Boletim de Saúde Jovem Pan