Ganho médio no INSS é R$ 1,4 mil; no Legislativo é R$ 28 mil, diz Guedes

  • Por Jovem Pan
  • 03/04/2019 15h57
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilMinistro participa de audiência na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos deputados, que votará a admissibilidade da proposta

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse, em audiência na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara nesta quarta-feira (3), que o Legislativo tem aposentadorias 20 vezes superior, em média, à do INSS. Guedes destacou que a aposentadoria dos parlamentares é de R$ 28 mil, enquanto a dos trabalhadores que recebem pelo INSS é de R$ 1,4 mil.

Segundo ele, a sociedade cobra mudanças porque vê essa diferença. Ele disse que a proposta do governo remove privilégios e reduz a desigualdades do sistema previdenciário, garantindo sustentabilidade fiscal de um regime que está condenado. “Estamos tentando abrir a porta para um futuro diferente para gerações futuras”, afirmou.

O ministro ainda cobrou coragem dos “contemporâneos” de atacar o problema “tirando de onde tiver que tirar”, disse que é preciso reconhecer a dimensão fiscal do problema da Previdência e ponderou que essa dimensão “inescapável não tem bandeira e nem cor partidária”.

Bomba

O ministro comparou o modelo de Previdência no País a uma bomba de destruição em massa. Para ele, a Previdência tem um financiamento perverso que tira emprego dos mais jovens. “Há mais problema a bordo desse avião. O sistema financia a aposentadoria do idosos desempregando trabalhadores. É uma forma perversa de financiar cobrando encargos trabalhistas”, ponderou.

Guedes ressaltou que 40 milhões de brasileiros estão excluídos do mercado de trabalho e pressionarão, no futuro, a Previdência, porque não contribuem para o sistema.

*Com informações do Estadão Conteúdo