ONGs confrontam policiais para salvar vaca atolada em Brumadinho, mas animal é sacrificado

  • Por Jovem Pan
  • 27/01/2019 21h32
WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDOVoluntários de ONGs tentaram resgatar uma vaca da lama em Brumadinho (MG)

A tentativa de salvar uma vaca que estava atolada desde sexta-feira (25) mobilizou dezenas de pessoas em Brumadinho, mas não terminou com final feliz. Depois de confrontarem policiais, bombeiros e funcionários da Vale, que tentavam instalar tapumes no local que foi atingido pelo rompimento da barragem, quase 20 pessoas se embrenharam na lama para tentar retirar o animal. Mais de uma hora depois, porém, a vaca precisou ser sacrificada.

Luciana Trindade, da Organização Não Governamental Ecoação, conta que desde a manhã deste domingo (27) voluntários de três organizações se mobilizavam: Ecoação, Anjos do Asfalto e Luisa Mell. No fim da manhã, a Polícia Civil retirou o grupo que tentava amarrar uma corda para içar a vaca. Alegaram risco de rompimento da barragem 6 para impedir o esforço. À tarde, quando o nível de risco foi reduzido para 1, ou seja, sem risco, todos voltaram.

“A Vale estava colocando um tapume. Só faltou aplicar um adesivo de praia para esconder o estrago que fez. Mas foi uma revolta geral. As pessoas gritavam e diziam que a polícia não podia impedir. Acabaram usando os tapumes para chegar até a vaca”, conta

Com o grupo já em campo, voluntários da Cruz Vermelha, veterinários e bombeiros foram para o local apoiar os esforços. A retirada do animal do local, cercado de lama por todos os lados, não foi possível. O Corpo de Bombeiros analisou a situação, afirmou que não teria como içar, de helicóptero, um animal daquele porte. A vaca foi sacrificada com uma injeção, sob os olhares de quase trinta pessoas que, minutos antes, comemoraram a vitória.

Neste domingo, o Ministério Público de Minas Gerais recomendou que a Vale apresentasse um plano emergencial de resgate de animais atingidos pela lama em Brumadinho. O desastre deixou pelo menos 58 mortos e 305 desaparecidos.

*Com Estadão Conteúdo