Polícia Civil de Minas Gerais libera corpos de família soterrada em Brumadinho

Cinco membros de uma mesma família estavam em carro que foi atingido por deslizamento de terra no último sábado

  • Por Jovem Pan
  • 11/01/2022 16h00
Divulgação / PCMG Grupo de médicos legistas observa caminhão do Instituto Médico Legal Vítimas eram três adultos e duas crianças que estavam em carro soterrado

A Polícia Civil de Minas Gerais concluiu nesta terça, 11, a necropsia de cinco membros de uma família soterrada dentro de um carro durante as chuvas do último sábado, 8, em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte. Os corpos serão liberados aos familiares para que possam ser velados, e a PC-MG ainda apura o acidente. Estavam no veículo o casal Henrique Alexandrino dos Santos, de 41 anos, e Deisy Lúcia Cardoso Alexandrino dos Santos, 40, e os filhos Vitor Cardoso Alexandrino Santos, 6, e Ana Alexandrino Santos, 3. O motorista era Geovane Vieira Ferreira, 42, que também era da família, mas não teve o grau de parentesco revelado pela Polícia.

O carro em que os cinco membros da família estavam foi atingido pelo deslizamento de uma encosta na Avenida Nair Martins Drumond, dentro do condomínio Retiro do Chalé. O carro foi arrastado por mais de 400 metros e acabou completamente destruído. O primeiro corpo a ser encontrado foi o de Ana, que foi arremessado para fora do veículo. Os bombeiros acharam os dos três adultos na sequência e, por último, o de Vitor. A família só passou pela avenida onde fica o chalé por causa da interdição da BR 0-40 em decorrência de um transbordamento na Mina Pau Grande, em Nova Lima. As fortes chuvas em Minas Gerais tem causado diversos estragos e vítimas ao longo dos últimos dias.