Queiroga diz que terceira dose da vacina começará a ser aplicada em idosos e profissionais da saúde

Ministro não especificou, porém, quando começará a vacinação e afirmou que é necessário obter mais dados científicos para embasar a decisão

  • Por Jovem Pan
  • 18/08/2021 14h47 - Atualizado em 18/08/2021 17h11
MATEUS BONOMI/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO - 01/06/2021Ministro disse que serão necessários mais dados científicos sobre a aplicação do imunizante

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que a terceira dose da vacina contra a Covid-19 será aplicada primeiramente em idosos e profissionais que atuam na área da saúde. A afirmação foi dada pelo chefe da pasta nesta quarta-feira, 18. Mesmo diante da afirmação, Queiroga não especificou quando a aplicação da dose de reforço começará e afirmou que é necessário obter mais dados científicos para embasar a decisão. “Planejamos, no momento que tivermos todos os dados científicos e tivermos o número de doses suficiente disponível, já orientar um reforço da vacinação. Isso vale para todos os imunizantes. Mas para isso, nós precisamos de dados científicos. Não vamos fazer isso baseado em opinião de especialista”, afirmou Queiroga. Na última semana, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) pediu à Pfizer informações sobre os estudos envolvendo a possibilidade e necessidade da aplicação de uma terceira dose do imunizante. Nesta quarta-feira, 18, os Estados Unidos divulgaram um plano para aplicar uma dose de reforço nas pessoas que receberam a segunda dose há mais de oito meses.