São Paulo ultrapassa marca de 3 milhões de casos de Covid-19

Segundo o governo paulista, já foram registradas 100.799 mortes em decorrência da doença; taxa de ocupação dos leitos de UTI no Estado é de 78,6% e na Grande São Paulo é de 76,7%

  • Por Jovem Pan
  • 09/05/2021 16h47 - Atualizado em 09/05/2021 21h02
Mister Shadow/Estadão Conteúdo - 08/03/2021Neste sábado, o Brasil ultrapassou a marca de 420 mil mortos por Covid-19 e registrou mais de 63 mil casos em um único dia

Neste domingo, 9, o Estado de São Paulo atingiu a marca de 3.003.067 infecções por Covid-19, desde o início da pandemia. Nas últimas 24 horas, foram registrados 5.785 novos casos. Segundo levantamento divulgado pelo governo, do total de casos, 2.685.684 tiveram a doença e já estão recuperados, sendo que 309.602 foram internados e receberam alta hospitalar. O número total de pessoas hospitalizadas caiu 24% no último mês. Hoje, há 21.298 pacientes internados no estado, sendo 9.944 em unidades de terapia intensiva e 11.354 em enfermaria. Em 9 de abril, eram 27.701 pessoas hospitalizadas, somando 12.628 em UTI e 15.073 em leitos clínicos. A taxa de ocupação dos leitos de UTI no Estado é de 78,6% e na Grande São Paulo é de 76,7%. Ambas representam uma queda de aproximadamente 10% em relação às taxas registradas um mês atrás. Ontem, o Estado ultrapassou as 100 mil mortes em decorrência da doença, chegando, hoje, a 100.799 óbitos, sendo que 150 foram notificados nas últimas 24 horas.

Na última sexta-feira, 7, a Fase de Transição do Plano São Paulo foi prorrogada até o dia 23 de maio, com algumas alterações. Estabelecimentos de comércio e restaurantes podem funcionar das 6h até 21h com até 30% de capacidade. A extensão do horário serve para as atividades comerciais, atividades religiosas, consumo local de restaurantes e similares, atendimento presencial de salões de beleza, barbearias e atividades culturais. Os parques estaduais e municipais continuam funcionando entre 6h e 18h. O toque de recolher na cidade, que antes era das 20h às 5h, passa a funcionar das 21h às 5h. “Lembramos que esta doença pode e deve ser combatida por todos, com respeito aos protocolos sanitários, respeito ao distanciamento social e o uso de máscaras”, disse o Secretário de Estado da Saúde Jean Gorinchteyn.

Em todo o Brasil, conforme a última atualização do Ministério da Saúde, na noite de ontem, foram registradas 15.145.879 contaminações pelo coronavírus, sendo 63.430 novos casos nas últimas 24 horas. Com 2.202 novos óbitos provocados pela doença, o país ultrapassou a marca de 420 mil mortos em decorrência da doença – já são 421.316 mortes no país desde o começo da pandemia. Do total de infecções, 13.677.668 pacientes já se recuperaram e 1.046.895 ainda estão em acompanhamento, segundo o levantamento do governo federal.