Veja quantas doses da vacina de Oxford cada estado vai receber

Primeiros voos decolam da Base Aérea do Galeão para os estados do Ceará e Amazonas; estado mais populoso do país, São Paulo ficará com 501.960 doses

  • Por Jovem Pan
  • 23/01/2021 19h09
Ministério da Saúde/Divulgação Avião vindo da Índia chegou ao aeroporto de Guarulhos na sexta-feira, 22

O Ministério da Saúde iniciou, na tarde deste sábado, 23, a distribuição aos estados das 2 milhões de doses da vacina da Universidade de Oxford em parceria com a AstraZeneca contra a Covid-19. A previsão do governo federal é que todos os estados recebam os imunizantes até a tarde deste domingo, 24. O avião que veio da Índia com a carga chegou ao aeroporto de Guarulhos por volta das 17h20 da sexta-feira, 22, e foi recebido pelos ministros Eduardo Pazuello (Saúde), Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e Fábio Faria (Comunicações). Os primeiros voos decolam na noite de hoje da Base Aérea do Galeão, no Rio de Janeiro, com destino ao Ceará e ao Amazonas. O último embarque previsto pela pasta ocorrerá às 16h40 do domingo e terá como destino o Rio Grande do Norte.

O primeiro brasileiro imunizado com a vacina foi o infectologista do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, da Fiocruz, Estevão Portela. A pesquisadora Margareth Dalcolmo também foi vacinada. As 2 milhões de doses da vacina integrarão o Plano Nacional de Imunização (PNI), coordenado pelo Ministério da Saúde. A presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima, afirmou, em coletiva de imprensa, que a fundação espera começar a produzir sua vacinas nas próximas semanas.

Como a Jovem Pan mostrou, ficou acertado entre os governadores e o Ministério da Saúde que o Amazonas, que sofre com a falta de oxigênio em unidades hospitalares, receberá doses correspondentes a 5% da população de seu estado. Os demais estados receberão o equivalente a 2,5% do número de habitantes.

Veja abaixo quantas doses da vacina cada estado vai receber: 

Rio de Janeiro – 185.000
São Paulo – 501.960
Ceará – 72.500
Amazonas – 132.500
Roraima – 4.000
Alagoas – 27.500
Pernambuco – 84.000
Paraná – 86.500
Sergipe – 19.000
Distrito Federal – 41.500
Goiás – 65.500
Santa Catarina – 47.500
Rio Grande do Sul – 116.000
Paraíba – 36.000
Espírito Santo – 35.500
Bahia – 119.500
Mato Grosso – 24.000
Rondônia – 13.000
Acre – 5.500
Mato Grosso do Sul – 22.000
Tocantins – 11.500
Maranhão – 48.500
Piauí – 24.000
Pará – 49.000
Amapá – 6.000
Minas Gerais – 190.500
Rio Grande do Norte – 31.500