Mais de 500 voos são cancelados em meio ao aumento de casos de Covid-19 e Influenza no país

Somente nesta segunda-feira, mais de 60 operações domésticas e internacionais da Latam e da Azul precisaram ser reprogramadas devido ao crescimento de infecções entre tripulantes

  • Por Jovem Pan
  • 10/01/2022 12h24 - Atualizado em 10/01/2022 17h34
ROBERTO CASIMIRO/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO Movimentação no aeroporto de Guarulhos Empresas cancelam voos em todo o Brasil devido ao afastamento de tripulantes infectados pela Covid-19 ou pela Influenza

Mais de 500 voos domésticos e internacionais da Latam e da Azul foram cancelados nos últimos dias com o aumento do número de infectados pelos vírus da Covid-10 e da Influenza pelo país. Somente nesta segunda-feira, 10, a Latam informou o reagendamento de 94 voos até a próxima sexta-feira, 14 — cerca de 1% da sua malha aérea. A Azul não informou o número total de voos impactados. Em nota, a empresa afirmou que 10% das operações programas estão sendo alteradas, totalizando mais de 400 operações desde a semana passada. A Gol não anunciou o cancelamento de voos. A suspensão de parte das operações ocorre pela necessidade de afastamento de tripulantes infectados pelo novo coronavírus ou pelas variantes da gripe.

Centenas de voos domésticos e internacionais foram cancelados nos aeroportos brasileiros nesta segunda-feira, 10, em meio à escalada do número de infectados pelos vírus da Covid-10 e da Influenza pelo país. Somente a Latam anunciou o reagendamento de 111 voos entre hoje e o próximo domingo, 16, — cerca 10% do total. A Azul não informou o número de voos impactados. Em nota, a empresa afirmou que, desde sexta-feira, 7, 10% das operações programadas foram alteradas, totalizando cerca de 90 voos por dia. Antes, a empresa afirmou que a redução afetava 5% do total. Apenas nesta segunda-feira, a Latam registrou o cancelamento de 49 operações nos principais aeroportos de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, entre outras capitais brasileiras, além de viagens programadas com origem na Cidade do México e Lisboa, ambas com destino ao aeroporto de Guarulhos. Já Azul teve ao menos dois voos cancelados no aeroporto de Congonhas e Guarulhos, respectivamente, e dez em Viracopos, em Campinas. Os cancelamos de voos no Brasil está crescendo desde a semana passada com a disparada de testes positivos para a Covid-19 e a Influenza em diversas regiões do país. A mesma situação foi registrada nos Estados Unidos e na Europa.

Em nota, a Azul disse que “registrou um aumento no número de dispensa médica entre seus tripulantes”, apesar de que os casos sejam com sintomas leves. De acordo com a empresa, os clientes afetados pelos cancelamentos estão sendo notificados sobre as alterações e serão reacomodados em outros voos da companhia. Também por um comunicado, a Latam informou que os viajantes que tiveram voos cancelados poderão remarcar o trajeto ou solicitar o reembolso da passagem. Apesar de não ter anunciado o cancelamento de rotas, a Gol informou que percebeu o aumento dos pedidos de licenças de funcionários infectados pelas variantes do novo coronavírus e da Influenza. “Os funcionários que apresentam resultado positivo estão sendo afastados das funções para se recuperarem em casa com segurança”, informou.