Governo federal determina redução do consumo de energia em prédios públicos

Segundo o Ministério de Minas e Energia, a expectativa é que o poder público reduza entre 10% e 20% o consumo de eletricidade

  • Por Jovem Pan
  • 25/08/2021 18h09 - Atualizado em 25/08/2021 19h41
Creative Commons/FlickrMinistério também anunciou que o governo dará uma bonificação a quem reduzir o consumo de energia elétrica

O governo federal publicou, nesta quarta-feira, 25, um decreto que estabelece medidas para redução do consumo de energia elétrica em prédios da administração federal. Segundo o Ministério de Minas e Energia, a expectativa é que o poder público reduza entre 10% e 20% o consumo de eletricidade. O ministro Bento Albuquerque afirmou, em coletiva de imprensa, que os meses de julho e agosto foram os piores da série histórica de monitoramento do setor elétrico, principalmente nos reservatórios da região Sul. O decreto indica alternativas para economia de energia em sistemas de ar condicionado, iluminação, computadores, geladeiras, aquecedores de água, elevadores e bebedouros. De acordo com a pasta, a administração pública dispõe hoje de mais de 22 mil edificações próprias e cerca de 1,4 imóveis alugados, como escritórios, escolas, hospitais e universidades. Os órgãos que não conseguirem atingir as metas de economia de energia terão que apresentar justificativa. O ministério também anunciou que o governo dará uma bonificação a quem reduzir o consumo de energia elétrica. A proposta, no entanto, ainda precisa de aprovação da Câmara de Regras Excepcionais para Gestão Hidroenergética (CREG).