EUA sancionam 12 russos sob a chamada “lista Magnitsky”

  • Por Agencia EFE
  • 20/05/2014 18h55

Washington, 20 mai (EFE).- Os Estados Unidos anunciaram nesta terça-feira sanções contra 12 cidadãos russos sob a lei que leva o nome do advogado russo Serguei Magnitsky, que foi preso e morreu na prisão após investigar supostas fraudes no governo russo.

Entre os indivíduos incluídos estão quatro funcionários de prisões, um juiz, um funcionário da corte, um investigador judicial e pessoas acusadas de conspirar na trama de fraude fiscal descoberta por Magnitsky.

Em 2012, o Congresso aprovou a chamada “lista Magnitsky”, para castigar indivíduos da Federação Russa que supostamente estiveram relacionados com a detenção, maus-tratos e morte do advogado.

A lista permite, além disso, sancionar aqueles responsáveis de “aberrantes violações aos direitos humanos” cometidas contra indivíduos que tentam jogar luz a atividades ilegais de funcionários russos ou defender as liberdades e os direitos humanos na Rússia.

As sanções incluem a proibição de vistos para viajar aos Estados Unidos e o congelamento dos ativos que possam ter sob a jurisdição americana. EFE