Base militar dos Estados Unidos no Iraque é atingida por 10 foguetes

A Casa Branca atribui os eventos a milícias xiitas pró-Irã que estão instaladas na Síria; ataque acontece uma semana após o presidente Joe Biden ordenar um bombardeio em território iraquiano

  • Por Jovem Pan
  • 03/03/2021 10h39 - Atualizado em 03/03/2021 12h36
EFE/EPA/AHMED JALILO Iraque estava se preparando para receber a visita história do papa Francisco no próximo dia 5

Uma base militar dos Estados Unidos no Iraque foi atingida por pelo menos dez foguetes nesta quarta-feira, 3, às 7h do horário local (1h do horário de Brasília). Não há informações confirmadas de vítimas ou danos materiais até o momento, mas o jornal The New York Times afirma que dois soldados norte-americanos morreram. Apesar das forças de segurança iraquianas ainda estarem conduzindo uma investigação sobre o caso, a Casa Branca já atribui os eventos a milícias xiitas pró-Irã que estão instaladas na Síria. Isso porque, na semana passada, o presidente Joe Biden ordenou um bombardeio em instalações da Síria que estavam sendo usadas por milícias aliadas ao Irã.

Na próxima sexta-feira, 5, o país do Oriente Médio deve receber a visita inédita do papa Francisco. Essa será a primeira vez na história que um líder da Igreja Católica viaja para a nação de maioria xiita. A base aérea de Ain Al Asad, que foi atingida pelos foguetes nesta quarta-feira, 3, já tinha sido alvo do Irã em janeiro de 2020, logo após a morte do general iraniano Qassem Soleimani. Na ocasião, dezenas de soldados norte-americanos ficaram feridos. Esse também é o segundo ataque no último mês contra uma base com presença dos Estados Unidos. No dia 15 de fevereiro, um soldado morreu devido ao impacto de foguetes contra uma base em Erbil, a quarta maior cidade do Iraque.

*Com informações da EFE