Bombardeio da coalizão árabe deixa ao menos 14 mortos na capital do Iêmen

  • Por EFE
  • 25/08/2017 08h37
Neste momento, as equipes de resgate e Defesa Civil seguem trabalhando para extrair os feridos sob os escombros, entre eles, várias crianças

Pelo menos 14 pessoas, entre elas seis crianças e duas mulheres, morreram e outras 10 ficaram feridas em um bombardeio da coalizão liderado pela Arábia Saudita sobre um edifício na capital iemenita, Sana, informaram à Agência Efe fontes médicas.

Neste momento, as equipes de resgate e Defesa Civil seguem trabalhando para extrair os feridos sob os escombros, entre eles, várias crianças.

O ataque aéreo ocorreu durante o amanhecer no bairro de Fash Aatan, no oeste da cidade, e destruiu o edifício, de onde foram tirados os corpos de cinco crianças entre três e sete anos, além de uma mulher.

O edifício de três andares e oito apartamentos não foi alvo do ataque aéreo, mas caiu devido à sua estrutura débil, com tetos de madeira.

Os residentes são na maioria deslocados pela violência na cidade de Taiz, no sudoeste do país, segundo alguns moradores da área.

Essas testemunhas disseram que um edifício próximo, com uma estrutura mais resistente, foi parcialmente destruído pelo bombardeio, mas não houve vítimas porque estava desabitado.