Diplomata que negociou acordo nuclear com Irã será diretor da CIA

O presidente eleito Joe Biden confiou o cargo a William Joseph Burns, que em seus 33 anos na carreira diplomática já foi embaixador da Rússia e da Jordânia

  • Por Bárbara Ligero
  • 11/01/2021 11h59
EFE/ ARCIVO/ YONHAPElogiado por Joe Biden e Kamala Harris, William Joseph Burns estará à frente da agência de inteligência pelos próximos anos

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, nomeou o diplomata de carreira William Joseph Burns para o cargo de diretor da CIA. O anúncio foi feito nesta segunda-feira, 11, através de um comunicado publicado no site oficial do escritório de transição do democrata. Segundo a nota, Burs atuou no Serviço de Relações Exteriores dos Estados Unidos por 33 anos, além de ter desempenhado outras funções na Segurança Nacional ao longo de cinco mandatos presidenciais. “Quer sejam ataques cibernéticos vindos de Moscou, o desafio que a China representa ou a ameaça que enfrentamos de terroristas e outros atores não-estatais, ele tem a experiência e a habilidade para direcionar esforços em todo o governo e em todo o mundo para garantir que a CIA esteja posicionada para proteger o povo americano”, garantiu o texto.

Aposentado de sua carreira diplomática desde 2014, o novo diretor da agência de inteligência norte-americana já atuou como secretário adjunto para assuntos do Oriente Médio e embaixador da Jordânia e da Rússia. Em 2013, ele esteve envolvido nas negociações que levaram ao acordo nuclear com o Irã, que foi rompido pelo presidente Donald Trump, em seu segundo ano de mandato. A quebra foi o principal causador da deterioração das relações entre os Estados Unidos e a República Islâmica, que atualmente está baseada em trocas de ameaças e enriquecimento de urânio em quantidades alarmantes por parte do programa nuclear iraniano.

No comunicado, Biden acrescentou que Burns compartilha com a sua “profunda crença de que a agência de inteligência deve ser apolítica”. “O embaixador Burns trará o conhecimento, o discernimento e a perspectiva de que precisamos para prevenir e enfrentar as ameaças antes que elas cheguem às nossas costas. O povo americano vai dormir profundamente com ele como nosso próximo diretor da CIA”, concluiu. A vice-presidente eleita Kamala Harris ressaltou o fato de Burns ter servido à presidentes democratas e republicanos e disse acreditar que ele “liderará a CIA com independência e integridade”.