Eclipse solar ocorre de forma parcial no Brasil; acompanhe a transmissão ao vivo

  • Por Jovem Pan
  • 02/07/2019 17h00 - Atualizado em 02/07/2019 17h22
EFEEsse fenômeno só ocorrerá no Brasil em 2045

Nesta terça-feira (2) acontece um eclipse solar que poderá ser visto de forma total no Chile e na Argentina e parcial no Brasil. Por quase dois minutos, a lua vai bloquear completamente os raios do sol, e o dia vai se transformar em noite – só será possível ver a coroa solar.

Esse fenômeno só ocorrerá no Brasil em 2045. A fase parcial do eclipse começa por volta das 16h48 e a fase total atinge o máximo às 17h39 (horário de Brasília).

Na região sul do Brasil será possível vê-lo parcialmente, já que estamos fora da área que será abraçada pela sombra resultante do alinhamento entre Sol, Lua e Terra, como explica o professor do Instituto de Astronomia da USP, Ramacrisna Teixeira.

“O eclipse será total em uma faixa que liga o Chile, a Argentina. E isso é porque, nessa região que ele será total, o alinhamento entre o local, a Lua e o Sol é quase perfeito, só contrário do Brasil. É como se estivéssemos observando o eclipse um pouco de lado.”

De acordo com o Observatório Nacional, Porto Alegre (RS) terá a melhor visibilidade do fenômeno (75% – início 16h48), seguida por Florianópolis (60% – início às 16h53). Depois vem Curitiba (55% – início às 16h55), Campo Grande (46% – início às 16h56), São Paulo (46% – início às 17h) e Rio de Janeiro (40% – início às 17h03).

Acompanhe ao vivo:

Um dos melhores lugares para ver o eclipse total é no Observatório La Silla, no deserto do Atacama, um importante centro de pesquisa astronômico na América do Sul.

Os telescópios ficam a uma altitude de 2,5 mil metros, longe da poluição visual das luzes da cidade. Muitos turistas e cientistas estarão presentes para acompanhar o fenômeno

Chile e Argentina voltarão a testemunhar eclipses solares no dia 14 de dezembro de 2020.