Elizabeth II celebra 70 anos de reinado: ‘Minha vida será sempre dedicada a servi-los’

Em carta, a rainha fala sobre a sucessão ao trono, pede para que o povo britânico aceite Camilla Parker-Bowles como rainha consorte e relembra a companhia do príncipe Philip

  • Por Jovem Pan
  • 05/02/2022 22h39
Ben Stansall/Pool via REUTERS Rainha Elizabeth de perfil usando chapéu e roupa azul A Rainha Elizabeth II está completando 70 anos de reinado

Elizabeth II divulgou uma carta, na noite deste sábado, 5, celebrando os 70 anos de seu reinado, que serão completados amanhã – a data também marca sete décadas da morte de George VI, pai da rainha. No texto, Elizabeth, atualmente com 95 anos de idade, fala sobre a sucessão ao trono, que será assumido por Charles, e pede para que o povo britânico aceite Camilla Parker-Bowles como rainha consorte, mesma função exercida por sua mãe, a Rainha Elizabeth 1ª. Além disso, ela relembra a companhia do príncipe Philip, morto em abril do ano passado, aos 99 anos.

Leia a carta na íntegra abaixo:

“Amanhã, 6 de Fevereiro, será o 70º aniversário da minha ascensão ao trono, em 1952. É um dia que, mesmo passados 70 anos, ainda recordo tanto pela morte do meu pai, o Rei George 6º, como pelo início do meu reinado.

Ao comemorarmos esta data, tenho o prazer de renovar a vocês a promessa que fiz em 1947 de que minha vida será sempre dedicada a servi-los

Ao olhar para o futuro com esperança e otimismo para o ano do meu Jubileu de Platina, lembro-me do quanto podemos ser gratos. Estas últimas sete décadas testemunharam um extraordinário progresso social, tecnológico e cultural que beneficiou a todos nós; e estou confiante de que o futuro oferecerá oportunidades semelhantes para nós e especialmente para as gerações mais jovens no Reino Unido e em toda a Commonwealth.

Tenho a sorte de ter tido o apoio constante e amoroso da minha família.

Fui abençoada por ter tido no príncipe Philip um parceiro disposto a desempenhar o papel de consorte e fazê-lo desinteressadamente os sacrifícios que o acompanharam. É um papel que vi a minha própria mãe desempenhar durante o reinado de meu pai.

Este aniversário também me oferece um tempo para refletir sobre a boa vontade que me foi demonstrada por pessoas de todas as nacionalidades, religiões e idades neste país e em todo o mundo ao longo desses anos. Gostaria de expressar meus agradecimentos a todos vocês pelo apoio. Permaneço eternamente grata e honrada pela lealdade e carinho que vocês continuam me dando. E quando, na plenitude do tempo, meu filho Charles se tornar rei, eu sei que vocês darão a ele e a sua esposa Camilla o mesmo apoio que vocês me deram; e é meu desejo sincero que, quando chegar a hora, Camilla seja conhecida como Rainha Consorte enquanto continua seu serviço leal.

E assim como desejo continuar a servi-los de todo o coração, espero que este Jubileu reúna famílias e amigos, vizinhos e comunidades – depois de alguns momentos difíceis para muitos de nós – para desfrutar das celebrações e refletir sobre os desenvolvimentos positivos em nosso dia a dia que tão felizmente coincidiram com o meu reinado.”