Facebook suspenderá anúncios políticos após eleições americanas

A decisão da empresa busca combater potenciais confusões e abusos relacionados ao pleito

  • Por Jovem Pan
  • 08/10/2020 12h01
Reprodução/NeoFeedAnteriormente, o Facebook tinha dito que não esperava fazer mudanças adicionais em suas políticas eleitorais

O Facebook anunciou que pretende suspender todos os anúncios que envolvem questões políticas e sociais após as eleições presidenciais nos Estados Unidos. A medida, válida por tempo indeterminado, busca combater potenciais confusões e abusos relacionados à eleição a partir do momento que as urnas se fecharem, em 3 de novembro. A decisão foi anunciada nesta quarta-feira, 07, e acontece após o CEO Mark Zuckerberg anunciar no mês passado de a empresa irá barrar novos anúncios políticos na semana que antecede o dia da eleição e sinalizar quaisquer postagens que indiquem prematuramente vitória de algum dos candidatos. No anúncio desta quarta, a empresa também disse que adicionaria restrições a postagens sobre pesquisas eleitorais que utilizem linguagem militarizada ou sugiram um objetivo de intimidar eleitores.

Anteriormente, o Facebook tinha dito que não esperava fazer mudanças adicionais em suas políticas eleitorais. No entanto, a tensão aumentou nas últimas semanas, com o presidente Donald Trump se recusando a dizer que aceitará o resultado da votação caso perca, e ambos os partidos prometendo inscrever um número recorde de voluntários para monitorar locais de votação. “Esta parece ser uma eleição única”, disse Guy Rosen, chefe da divisão de Integridade do Facebook.

*Com Estadão Conteúdos