Naufrágio de balsa na Tanzânia deixa ao menos 94 mortos

  • Por Jovem Pan
  • 21/09/2018 08h23
Reprodução/Twitter Número de mortos - que está em 94 - deve subir ao longo do dia

O número de corpos recuperados após o naufrágio de uma balsa no lago Vitória, no noroeste da Tanzânia, subiu para 94, segundo o último balanço divulgado nesta sexta-feira (21) pelas autoridades locais. A tendência é de que esse número aumente, já que dezenas de pessoas continuam desaparecidas.

Após retomar os trabalhos de resgate nesta manhã, os serviços de emergência recuperaram outros 50 corpos, se somando aos 44 resgatados na noite de ontem, confirmou o comissário da região de Mwanza, John Mongella, citado por veículos de imprensa locais.

O número de sobreviventes é, de acordo com as últimas informações, de 40 pessoas.

A balsa Mv. Nyerere, operada pela empresa estatal Agência de Serviços Eletrônicos e Eletromecânicos da Tanzânia (ERESA), naufragou ontem nas águas do lago Vitória, a apenas 50 metros do porto em que iria atracar, enquanto percorria a rota entre as ilhas de Ukerewe e Ukara, com cerca de 400 passageiros a bordo, mesmo com sua capacidade máxima sendo para 100 pessoas e 25 toneladas de carga.

Segundo testemunhas citadas pelo jornal local “The Citizen”, os pescadores que trabalham nas proximidades se dirigiram imediatamente para a região como o objetivo de ajudar no resgate dos passageiros.

O presidente tanzaniano, John Magufuli, enviou ontem à noite suas condolências aos familiares dos mortos e desejou uma pronta recuperação àqueles que foram transferidos aos hospitais.

Já o ministro dos Transportes, Isaac Kamwelwe, e o diretor-geral da Polícia, Simon Sirro, foram para a área do acidente.

São comuns os acidentes nesse lago, cercado por territórios de Uganda, Tanzânia e Quênia. Centenas de pescadores morrem todos os anos em naufrágios em meio a fortes tempestades.

*Com informações da Agência EFE