Polícia do Reino Unido diz que assassinato de parlamentar foi incidente terrorista

Parlamentar inglês David Amess, do Partido Conservador, morreu após ser esfaqueado diversas vezes durante um encontro com eleitores na Igreja Metodista de Belfairs nesta sexta-feira, 15

  • Por Jovem Pan
  • 15/10/2021 21h45
Reprodução/Twitter @amessd_southendParlamentar foi morto nesta sexta-feira, 15, durante um encontro com eleitores

A polícia do Reino Unido afirmou que o assassinato do parlamentar David Amess foi um incidente terrorista. De acordo com a Polícia Metropolitana, havia motivação “potencial ligada ao extremismo islâmico” envolvendo a morte do parlamentar. Amess morreu depois de ter sido esfaqueado diversas vezes durante um encontro com eleitores na Igreja Metodista de Belfairs, realizado nesta quinta-feira, 15. Como parte da investigação da morte do representante do partido conservador, a polícia prendeu um suspeito de 25 anos e está fazendo buscas em dois endereços na cidade de Londres. A polícia disse acreditar que o suspeito agiu sozinho, mas que está investigando a possível participação de outras pessoas. Na última terça-feira, 12, Amees anunciou o local de encontro desta sexta com os eleitores e pediu que os que gostariam de falar com ele agendassem um horário por e-mail ou telefone.