Premiê libanês promete punir responsáveis por explosão em Beirute

‘Esta catástrofe não passará sem responsabilidade’, afirmou Hassan Diab

  • Por Jovem Pan
  • 04/08/2020 18h57
Wael Hamzeh/EFEVisão da região portuária de Beirute após a impressionante explosão nesta terça-feira

O primeiro-ministro do Líbano, Hassan Diab, prometeu que os responsáveis pela explosão que atingiu Beirute e deixou ao menos 73 pessoas mortas e 2,7 mil feridas vão ser punidas.

“Esta catástrofe não passará sem responsabilidade. É tarefa do governo trazer justiça. Esta é uma promessa aos mártires e aos feridos”, declarou o chefe de governo em breve pronunciamento em rede nacional de televisão.

Diab completou dizendo que os fatos relacionados ao armazém, que existe desde 2014 e foi classificado por ele como “perigoso”, serão tornados públicos assim que possível.

Uma explosão de larga escala foi vista e ouvida em Beirute, capital do Líbano, nesta terça-feira (4). Vídeos registrados nas redes sociais mostraram uma longa cortina de fumaça e barulho de destruição. De acordo com emissoras de TV locais, a explosão aconteceu na região portuária da cidade. Prédios e construções foram afetadas severamente. Em algumas das postagens, é possível ver a destruição dentro de alguns desses locais.

* Com EFE