Trump testou negativo para Covid-19 ‘por dias consecutivos’, diz médico da Casa Branca

Presidente retornou compromissos no sábado, após ser liberado por equipe médica; boletim afirma que ele não é contagioso para outras pessoas

  • Por Jovem Pan
  • 12/10/2020 20h46
Andrew Harrer/EFEPresidente retornou agenda de campanhas no fim de semana, após receber autorização da equipe médica da Casa Branca

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, testou negativo para Covid-19 “por dias consecutivos”, de acordo com o médico da Casa Branca, Sean Conley. O profissional informou, por meio de um comunicado divulgado pela Casa Branca, que o republicano realizou o teste de antígeno BinaxNOW, do laboratório Abbott. “É importante observar que esse teste não foi usado isoladamente para a determinação da atual situação negativa do presidente”, ressalta Conley no documento. Segundo o médico de Trump, os testes de antígenos “repetidamente negativos” foram levados em consideração juntamente com dados clínicos e laboratoriais adicionais, incluindo de carga viral. “Esses dados abrangentes, em conjunto com as diretrizes do CDC Centro de Controle e Prevenção de Doenças para a remoção de precauções baseadas na transmissão, basearam a avaliação de nossa equipe médica de que o presidente não é contagioso para outras pessoas”, frisou Conley.

Trump retomou seus compromissos públicos no sábado, 10, após ser liberado pela equipe médica da Casa Branca. O republicano havia recebido alta do hospital Walter Reed na segunda-feira, 5, depois de ter ficado internado por três dias. Naquele período, ele teve febre alta e chegou a precisar de oxigênio suplementar.
Na noite desta segunda-feira, 12, Trump deve realizar um comício eleitoral na Flórida, um dos Estados que serão cruciais para definir o vencedor do pleito presidencial de 3 de novembro, no qual o republicano disputa sua reeleição contra o democrata Joe Biden, que lidera nas pesquisas de intenção de voto.
O presidente dos Estados Unidos informou na madrugada do dia 2 de outubro, por meio do Twitter, que ele e a primeira-dama Melania Trump haviam testado positivo para o novo coronavírus.

Neste domingo, 11, o presidente afirmou que estava “imune” ao vírus e garantiu que estava “em muito boa forma.” O presidente liderou no sábado, 10, o seu primeiro ato público na Casa Branca, que contou com a presença de dezenas de pessoas vestindo camisas azuis e bonés vermelhos (cor alusiva à sua campanha eleitoral). “Ontem eu sabia que estava livre. Eu venci esse vírus maluco e horrível da China”, acrescentou Trump.

*Com Estadão Conteúdo