Zara é mais uma marca de destaque reduzindo presença no país

Rede espanhola de moda quer fechar quer fechar seis lojas no Brasil –  10% do total que possui por aqui

  • Por Samy Dana
  • 23/01/2021 08h00
Wikimedia CommonsLoja da Zara em Londres; rede espanhola de moda anunciou que fechará unidades do Brasil

A rede espanhola de moda, segundo o jornal Valor Econômico, quer fechar seis lojas no Brasil –  10% do total que possui por aqui, mas outros encerramentos serão discutidos. O fechamento chama atenção pelo momento em que é divulgado. Na semana passada, a montadora Ford anunciou que está encerrando a produção de carros no Brasil. São saídas que deixam evidentes as dificuldades de fazer negócios no Brasil, mas para quem acompanha o índice Zara não é surpresa. Criado pelo banco BTG Pactual, o índice compara os preços das roupas da Zara em 50 países. Por coincidência, a edição de 2021 foi divulgada há uma semana e mostra que, mesmo com a queda do real no ano, o Brasil foi o sétimo país mais caro. Na edição do ano passado, com preços de dois mil e dezenove, era o número um, mas perdeu posições para países como África do Sul, Rússia, Índia e Vietnã. Mesmo assim um cesto de 12 peças, como jeans, jaqueta e camiseta, segue sendo mais caro nas lojas brasileiras do que em países como Espanha, Noruega e Estados Unidos, onde a renda é bem mais alta.

Brasil – US$ 644,7

Estados Unidos – US$ 606,80

Noruega – US$ 585,8

Espanha – US$ 396,5

Agora, por que é tão caro?

Devido aos suspeitos de sempre: o sistema tributário complexo no país, a carga tributária alta e diferenças de impostos que variam de estado para estado. Fora os gargalos na logística e as lojas da Zara ficarem em shopping, que tem metro quadrado mais alto. A empresa contribui com suas próprias dificuldades produzindo localmente só 10% do que vende e trazendo o resto do exterior. Em um ano como 2020, em que o dólar encareceu 30%, o impacto nos custos é inevitável. O resultado é que aqui, no Brasil, a marca tem um perfil mais de elite do que em outros países. E com um ciclo que vai da produção da roupa até a venda bem mais longo, o que reduz o giro do estoque. Mas muito disso por conta das condições que encontrou. Nosso caos tributário conta muito, já que obriga empresas a tirar dinheiro das operações para calcular quanto se paga de imposto. Resultado: mais uma empresa com dificuldades para fazer negócios no Brasil. Menos investimento e menos empregos.

Zara no Brasil:

Presente desde 1999

Total de lojas – 60

Fecham – 6 (10%)