Joel Pinheiro: Disputa com Boulos é desfecho que Bruno Covas gostaria

Candidatos disputam o 2º turno da eleição municipal em São Paulo no dia 29 de novembro

  • Por Jovem Pan
  • 16/11/2020 07h55
MISTER SHADOW/ASI/ESTADÃO CONTEÚDOCovas foi o primeiro colocado no pleito com 32,8% dos votos contra 20,2% do concorrente do PSOL

O atual prefeito e candidato à reeleição na cidade de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), vai enfrentar o candidato Guilherme Boulos (PSOL) no 2º turno das eleições municipais, marcado para acontecer no dia 29 de novembro. Com 99,9% das urnas apuradas até o momento, Covas foi o primeiro colocado no pleito com 32,8% dos votos contra 20,2% do concorrente do PSOL. Agora, a expectativa fica para a possibilidade de apoio dos demais candidatos, que podem influenciar na disputa. Jilmar Tatto (PT) já declarou apoio à Guilherme Boulos, enquanto Márcio França não se pronunciou sobre a disputa e Celso Russomanno aguarda decisão do partido para a decisão.

Considerando este cenário para o 2º turno, o comentarista Joel Pinheiro da Fonseca acredita que a disputa contra Guilherme Boulos é uma situação positiva para o tucano. “Tenho certeza que esse é o desfecho que o Bruno Covas, prefeito de São Paulo, gostaria. Estrategicamente, para ele, é melhor pegar um adversário como Guilherme Boulos, que apela mais à esquerda, e deixar o Covas com o Centro. Se fosse Márcio França, teríamos outra estratégia eleitoral. A questão é que Guilherme Boulos tem tido uma campanha muito forte em redes sociais. Será que ele vai dar um sufoco para o atual prefeito?”, questiona.