‘O Neymar e uma lata de lixo, para mim, são a mesma coisa’, dispara Nilson Cesar

O narrador do Grupo Jovem Pan ainda disse que classificar o brasileiro como o melhor jogador do mundo “é uma piada de mau gosto”

  • Por Jovem Pan
  • 19/08/2020 15h05 - Atualizado em 19/08/2020 17h14
Montagem sobre fotos/Manu Fernandez/EFE/Reprodução/Jovem PanNilson Cesar (à direita) não se rendeu a Neymar nem mesmo depois da classificação do PSG à final da Liga dos Campeões da Europa

Um dos maiores críticos de Neymar, Nilson Cesar não se rendeu ao craque brasileiro nem mesmo depois da inédita e histórica classificação do PSG à final da Liga dos Campeões da Europa. Durante o Esporte em Discussão desta quarta-feira, 19, no Grupo Jovem Pan, o narrador protagonizou um debate acalorado com Flavio Prado, comentarista e fã confesso do camisa 10, e disse que o sucesso do craque brasileiro não faz a mínima diferença na vida dele. Ao discutir se o jogador havia realmente amadurecido, Nilson elevou o tom. “O Neymar e uma lata de lixo, para mim, são a mesma coisa!”, disparou. “Porque não significa nada na minha vida, absolutamente nada! Se ele quiser jogar para o time, bom. Se não quiser, problema é dele! Se ele quiser sair com mulher, sai. Se não quiser, problema é dele! Eu não tenho nada a ver com o Neymar! Eu analiso aqui o Neymar jogando futebol… Aliás, eu nem conheço, não quero saber dele e não tenho nenhum prazer em conhecê-lo. Eu não estou dizendo que ele é um lixo, me entendam bem, e sim que ele não representa nada na minha vida. Ele e um poste, para mim, são a mesma coisa”, acrescentou.

A declaração ocorreu depois de o narrador ter ouvido Flavio Prado dizer que Neymar não havia apresentado nenhuma evolução comportamental, como muitos profissionais da imprensa afirmam. Segundo o comentarista, o atacante continua agindo e jogando da mesma forma que antes, mas com a diferença de, agora, não estar machucado no momento crucial da temporada – como aconteceu nos dois anos anteriores. “Eu sei o que aconteceu! O Neymar comprou um radinho de pilha, começou a ouvir a imprensa brasileira e disse assim: ‘esses caras vão me ensinar!'”, ironizou o comentarista. “Agora vocês vêm com esse papinho de que ele virou adulto, mas não mudou nada! Ele continua saindo com a mulherada, continua fazendo festa, continua fazendo tudo! Ele está pouco se lixando para o que a imprensa pensa, para o que a torcida pensa… Ele quer que se dane! Por isso que eu admiro o Neymar! Há uma inveja impressionante desse rapaz no Brasil, porque o que ele conseguiu ganhar, o brasileiro, que é fracassado, não ganha! Essa é a verdade!”, acrescentou.

Quando os ânimos se acalmaram, Nilson passou a analisar o que o craque brasileiro tem feito especificamente dentro de campo. O narrador até elogiou o desempenho do camisa 10 do PSG, mas não deixou de cutucá-lo. De acordo com o jornalista, Neymar é o “segundo jogador em importância” do time francês e querer classificá-lo como o melhor do mundo é “uma piada de mau gosto”. “Esse rapaz começou a jogar coletivamente, e o resultado passou a ser outro! Ele está jogando mais para o time, está indo buscar a bola, dando assistência, isso é legal, mostra uma evolução profissional do jogador. Isso sim a gente tem que destacar”, opinou. “Ele é o segundo jogador em importância do PSG. O primeiro é o Mbappé, que, inclusive, já foi campeão do mundo. Se ele ganhar a Champions League, parabéns. Agora, querer, de repente, dizer que é o melhor do mundo… Espera aí! Para mim, não! Isso é uma piada de mau gosto!”, finalizou.

Confira o debate completo no vídeo abaixo: