Que bolada: Saiba quanto o PSG pagará a Neymar em caso de título na Champions

O valor do “bicho” existe desde a temporada 2013/14 e foi negociado pelo presidente Nasser Al-Khelaifi diretamente com Zlatan Ibrahimovic, atacante sueco que atualmente defende o Milan

  • Por Jovem Pan
  • 19/08/2020 16h03 - Atualizado em 19/08/2020 16h06
Manu Fernandez/EFENeymar comemora a inédita classificação do PSG à final da Liga dos Campeões da Europa

Segundo informações reveladas nesta quarta-feira, 19, pela revista France Football, o Paris Saint-Germain pagará 500 mil euros (cerca de R$ 3,3 milhões, na cotação atual) para cada jogador do elenco caso o time conquiste o título da Liga dos Campeões da Europa. Na última terça, 18, Neymar, Mbappé e companhia bateram o RB Leipzig por 3 a 0 em Lisboa e fizeram o clube avançar à decisão da Champions League pela primeira vez na história. O adversário da final do próximo domingo, às 16h (de Brasília), sairá do confronto entre Bayern de Munique e Lyon, que será disputado ainda hoje.

De acordo com a France Football, o acordo da diretoria do PSG com o grupo no início da temporada previa 500 mil euros para cada atleta só pelo título da Champions, 400 mil pelo Campeonato Francês e mais 100 mil pelas copas nacionais. Como a equipe de Paris já foi campeã da Ligue One, da Copa da França e da Copa da Liga Francesa, a conquista europeia renderia um total de um milhão de euros a cada atleta do elenco (cerca de R$ 6,6 milhões) ao fim de 2019/20. Segundo a revista, esses valores existem desde a temporada 2013/14 e foram negociados pelo presidente Nasser Al-Khelaifi diretamente com Zlatan Ibrahimovic, atacante sueco que atualmente defende o Milan.

Para chegar à decisão da Liga dos Campeões da Europa pela primeira vez em 50 anos de história, o PSG eliminou Borussia Dortmund, Atalanta e RB Leipzig no mata-mata. Os aurinegros caíram nas oitavas de final, quando o torneio ainda contava com jogos de ida e volta, enquanto os dois últimos rivais foram superados já depois da pausa decorrente da pandemia de Covid-19, em partidas únicas disputadas em Lisboa. Caso os parisienses sejam campeões, encerrarão um jejum de quase 30 anos sem títulos da França na Champions. Desde 1992/93, ano em que o Olympique de Marseille foi campeão, nenhum time do país ergue a “Orelhuda”, como é chamada a taça da principal competição de clubes do Velho Continente.