Vaidade? Vampeta explica problema do PSG de Messi, Neymar e Mbappé

Comentarista da JP, que dividiu vestiário com Ronaldo, Ronaldinho e outros grandes craques, falou sobre o problema do Paris após a derrota diante do Manchester City

  • Por Jovem Pan
  • 25/11/2021 15h46
Montagem sobre fotos/Reprodução/Jovem Pan/EFE/EPA/Peter PowellVampeta analisou o momento do Paris Saint-Germain durante o 'Esporte em Discussão'

O Paris Saint-Germain não “viu a cor da bola” e acabou sendo derrotado pelo Manchester City por 2 a 1, na noite da última quarta-feira, 24, em jogo válido pela quinta rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões. Pior do que o resultado, o time francês, mais uma vez, não conseguiu fazer uma boa apresentação. Durante o programa “Esporte em Discussão”, do Grupo Jovem Pan, o comentarista e ex-jogador Vampeta explicou por que a equipe que conta com Lionel Messi, Neymar e Kylian Mbappé ainda não deslanchou. Segundo o campeão do mundo com a seleção brasileira, a vaidade de um elenco estrelado está atrapalhando o trabalho do treinador Maurício Pochettino.

“[A vaidade] atrapalha. Tanto que, há cerca de um mês, o Thomas Tuchel, ex-treinador do PSG, deu entrevista e falou que era difícil trabalhar e administrar os jogadores e o convívio com seus familiares e amigos“, disse o Velho Vamp. “Então, eu fiquei analisando, na derrota de ontem, o Icardi, comprado por 50 milhões de euros, e o Wijnaldum, capitão da seleção holandesa, no banco de reservas. Aí o Pochettino dá uma olhada para eles, mas não pode mexer no trio [Messi, Neymar e Mbappé]. Ele mexeu duas vezes, e o Messi e o Neymar ficaram p****. Eles não querem sair! O Pochettino vai ter sérias dificuldades. O que se perceber é que o Sheik é acionado sempre, independente do problema”, completou.

No entendimento de Vampeta, é possível que os jogadores do Paris Saint-Germain também não tenham um bom relacionamento fora das quatro linhas.  “É tudo uma ‘panela’. O Keylor Navas foi bem na derrota contra o Manchester City, mas ele é amigo de Neymar, Di María e dos jogadores sul-americanos. Ele é titular, mas o Gianluigi Donnarumma é banco. Isso é um absurdo! Ele não pode ser reserva de ninguém. Está entre os três melhores goleiros do mundo!”, finalizou. Apesar do baixo rendimento, o PSG lidera o Campeonato Francês com folgas e está classificado para as oitavas de final da Liga dos Campeões, avançando como segundo colocado de sua chave.

Assista ao debate abaixo: