Vampeta questiona ‘mudança’ de Luxemburgo: ‘Por que não usa o que o fez chegar ao sucesso?’

O Velho Vamp relembrou quando foi campeão brasileiro sob o comando do treinador e o criticou por estar “fugindo” daquilo que deu certo no passado

  • Por Jovem Pan
  • 21/08/2020 14h56 - Atualizado em 21/08/2020 14h57
Montagem sobre fotos/Reprodução/Jovem Pan/Thiago Rocha/AGIF/Estadão ConteúdoVampeta analisou o trabalho de Vanderlei Luxemburgo à frente do Palmeiras

O Palmeiras bateu o arquirrival Corinthians nos pênaltis e se sagrou campeão paulista pela primeira vez após 12 anos, é verdade, mas, definitivamente, não tem encantado nas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro. Depois de ter passado oito jogos sem vencer nenhum time da elite nacional em 2020, o Verdão até superou o Athletico-PR por 1 a 0 na última quarta-feira, 19, na Arena da Baixada, mas foi imensamente criticado pelo fraco desempenho apresentado sob o comando de Vanderlei Luxemburgo. Houve até torcedores que foram ao aeroporto para protestar contra a equipe.

Mas afinal: o que tem que acontecer para mudar o panorama atual do clube de Palestra Itália? Em participação no Esporte em Discussão, do Grupo Jovem Pan, Vampeta foi direto. Ex-jogador de Luxa, o pentacampeão mundial afirmou que o treinador tem tomado decisões, no âmbito tático, que “fogem daquilo que o fez chegar ao sucesso”. Segundo o Velho Vamp, Luxemburgo nunca foi de escalar times com três volantes e três atacantes – como chegou a acontecer em alguns jogos após a pandemia. Para o atual comentarista esportivo, o técnico deveria resgatar o que deu certo no passado e colocar em campo uma equipe com dois meias de ligação e dois jogadores de frente.

“Todo mundo fala em linha alta, linha baixa, que o futebol mudou. Algumas regras realmente mudaram, mas outras coisas continuam iguais. O Vanderlei sempre ganhou jogando com dois meias de ligação entrando na área e dois atacantes. E aí, quando o jogo estava ruim, ele tirava um meia, colocava um atacante e ficava com três na frente. Foi assim no Palmeiras dos anos 1990, no Corinthians em que eu jogava, também. Mas, agora, ele está fugindo disso”, criticou Vampeta. “Ele tem quatro meias no banco do Palmeiras e joga com volantes. Aí você tem que pensar assim: ‘como eu cheguei ao sucesso?’ O futebol é o mesmo! Aí ele vai para as coletivas e defende os treinadores brasileiros, fala dos estrangeiros… Mas por que não usa aquilo que o fez chegar ao sucesso? O Vanderlei já ganhou nove Campeonatos Paulistas e cinco Campeonatos Brasileiros. E, no elenco do Palmeiras, tem jogadores bons para isso!”, acrescentou.

Confira, abaixo, o comentário completo de Vampeta: