Em apenas uma semana, Brasil registra ao menos 12 casos de feminicídio

  • Por Jovem Pan
  • 09/01/2019 06h52
PixabaySó no Estado de São Paulo, cinco casos foram notificados

Os casos de feminicídio marcaram o início de 2019. Na primeira semana deste ano, ao menos 12 foram registrados no país. Só no Estado de São Paulo, cinco casos foram notificados.

O crime ocorre quando a vítima é morta pela condição de ser mulher. Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, o número de feminicídios subiu mais de 26% em 2018, comparado ao mesmo período do ano anterior.

A promotora e coordenadora do núcleo de gênero do Ministério Público de São Paulo, Valéria Scarance, explicou que esse aumento pode ser atribuído a dois fatores.

Segundo o Ministério da Saúde, três em cada 10 mulheres que morreram no Brasil por causas ligadas à violência, já eram agredidas frequentemente. A pasta cruzou registros de óbitos e atendimentos na rede pública de 2011 a 2016.

Um estudo do Ministério Público de São Paulo analisou que quase 66% dos feminicídios entre 2016 e 2017, foram praticados por namorados, maridos e amantes. Nesses casos, a principal motivação para o crime foi a separação do casal. Por isso, a promotora Valéria Scarance afirmou que romper o silêncio é a principal ferramenta para evitar a morte.

A promotora ainda ressaltou que o crime atinge a sociedade e a família da vítima. Para cada quatro feminicídios, um deles atinge uma outra pessoa além da mulher. Nesse caso, as vítimas podem ser filhos, mães, irmãos, conhecidos ou até novos parceiros tentando ajudar.

*Informações da repórter Natacha Mazzaro