Lula pede ‘desculpas ao povo italiano’ por não ter extraditado Cesare Battisti

Em conversa com canal do país europeu, petista disse que se enganou e seguiu orientação do Ministério da Justiça ao fornecer asilo para Battisti

  • Por Jovem Pan
  • 10/04/2021 09h01
REUTERS/Amanda Perobelli/File Photo/23.11.2020Ex-presidente conversou com TV italiana

Em entrevista veiculada nesta sexta-feira, 9, no jornal TG2 Post, da Itália, o ex-presidente Lula pediu desculpas ao povo do país europeu por não ter extraditado Cesare Battisti. O italiano fez parte do grupo “Proletários Armados Pelo Comunismo” e chegou a ser condenado por assassinato. No entanto, fugiu e se alocou no Brasil. Lula afirmou que pensava que ele não era culpado, mas depois de sua confissão, só pôde se desculpar. Ele disse, ainda, que se enganou e tomou a decisão baseado em uma orientação do Ministério da Justiça. À época, o chefe da pasta era Tarso Genro. No último dia de seu mandato, em 2010, Lula concedeu asilo a Battisti. Ele foi preso na Bolívia em janeiro de 2019 e extraditado para a Itália, onde cumpre prisão perpétua. O ex-presidente já havia admitido o arrependimento no ano passado, em entrevista à TV Democracia.

*Com informações do repórter Fernando Martins