Marília Mendonça ganha homenagem em mural de 23 metros em São Paulo

Arte traz ainda nomes dos outros quatro passageiros do avião que caiu em Caratinga, em Minas Gerais

  • Por Jovem Pan
  • 12/11/2021 08h03 - Atualizado em 12/11/2021 10h18
Foto: PRODUTOR COSMO/THENEWS2/ESTADÃO CONTEÚDO Rosto de Marília ocupa boa parte do mural de 23 metros por seis e o fundo colorido recebeu o nome de algumas músicas

Logo que as primeiras linhas foram traçadas na parede, as pessoas que passaram pela altura do número 4.500 da Estrada do Campo Limpo, em São Paulo, já notaram a familiaridade. O mural em homenagem à cantora Marília Mendonça começou a ser feito ainda na sexta-feira, 5, horas depois da morte da artista em um acidente de avião, em Caratinga, cidade de Minas Gerais. Um dos artistas responsáveis pela obra, Paulo Terra, conta que escolheu uma referência que expressasse o carisma da percursora do feminejo. “Pensar também em uma imagem legal, que remetesse bem ela, que as pessoas lembrassem bem dela. Que as pessoas batessem o olho e falassem: a Marília Mendonça. Elas ficaram emocionadas com o nosso trabalho, nosso mural e a nossa homenagem”, afirma.

O rosto de Marília ocupa boa parte do mural de 23 metros por seis. O fundo colorido recebeu o nome de algumas músicas conhecidas, como Infiel, Supera, Graveto e Ciumera, e traz ainda uma homenagem aos quatro ocupantes do avião que também perderam a vida no acidente. Ao lado da artista aparece os nomes do assessor e tio da cantora, Abicieli Dias, do produtor Henrique Ribeiro, do piloto Geraldo Medeiros Junior e do co-piloto Taciso Viana. O artista Paulo Terra, que também é fã da sertaneja, fez questão de lembrar o título pelo qual ela ficou conhecida. “A frase que coloca lá: será sempre a Rainha da Sofrência. O tamanho do mural, o tamanho da artista fez o complemento  todo”, conclui.

*Com informações da repórter Nanny Cox