MG garante que está monitorando os efeitos de deslizamento de terra em mineradora do Estado

Obra da mineradora Itaminas, localizada na Mina do Engenho Seco, deslizou nesta segunda, 9

  • Por Jovem Pan
  • 10/08/2021 07h18 - Atualizado em 10/08/2021 12h10
Reprodução/Google Mapsempresa também confirmou que não havia nenhum funcionário dentro de três veículos que foram soterrados

Agentes da Defesa Civil da cidade de Sarzedo, na região metropolitana de Belo Horizonte, fizeram vistoria numa obra da mineradora Itaminas, localizada na Mina do Engenho Seco, onde houve um deslizamento de terra nesta segunda-feira, 9. Há apenas dois quilômetros do local, existe uma barragem para contenção de rejeitos de minério. Pelas redes sociais, a Itaminas disse que “informações que circularam sobre possível rompimento de barragem não são verdadeiras.” A mineradora admitiu que houve “um escorregamento de aterro de obra civil, não havendo vítima, dano ambiental, nem tampouco qualquer relação com as barragens, que mantém os níveis de segurança dentro dos padrões exigidos.” A Itaminas ainda afirmou que “todas as medidas corretivas estão sendo tomadas”.

A empresa também confirmou que não havia nenhum funcionário dentro de três veículos que foram soterrados. Segundo a Defesa Civil, não há risco de um novo deslizamento. De acordo com o Relatório de Segurança de Barragens de 2020 da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico, o risco da barragem B4 é considerado baixo. O documento também indica que a empresa mantém um Plano de Ação de Emergência. Em nota, a Fundação do Meio Ambiente de Minas Gerais disse que “foi comunicada sobre a ocorrência e, imediatamente, ativou a equipe da Gerência de Prevenção e Emergência Ambiental, entrou em contato com a empresa e mandou equipes para o local para averiguação e acompanhamento, em conjunto com técnicos da Agência Nacional de Mineração”. Segundo a Feam, “a empresa Mineração Itaminas está em situação regular junto ao órgão ambiental, com as licenças ambientais válidas”.

*Com informações da repórter Letícia Santini