PL causa polêmica ao tentar proibir debates sobre questões de gênero em escolas no RS

  • Por Jovem Pan
  • 15/11/2017 06h41
Marcos Santos/USP ImagensA sessão, ocorrida na segunda-feira (13) para o debate, foi marcada por muita discussão entre grupos favoráveis e contrários ao texto

Um projeto de lei que pretende proibir a discussão de questões de gênero e sexualidade nas escolas municipais de Rio Grande, no Sul do Estado do Rio Grande do Sul, vem causando polêmica na cidade.

A sessão, ocorrida na segunda-feira (13) para o debate, foi marcada por muita discussão entre grupos favoráveis e contrários ao texto, que ainda passará por análises jurídicas em virtude de dúvidas acerca da constitucionalidade.

Também nesta segunda, outros dois projetos que proíbem o conteúdo de uso sexual nas aulas e institui o Dia do Orgulho Hétero foram apresentados por vereadores de Rio Grande. Mas assim como o primeiro texto, as propostas ainda terão a constitucionalidade analisada.

Do lado de dentro da Câmara eram exibidos cartazes contra o projeto do vereador Julio Cesar Silva (PMDB), que institui o programa Escola Sem Ideologia de Gênero, que proíbe o poder público, instituições e professores de discutirem questões referentes à orientação sexual e conduta moral em ambiente escolar.

*Informações do repórter Sandro Sauer