Rio registra queda em internações por Covid-19 e deve flexibilizar mais as regras impostas à população

Cidade registrou o menor número de internações desde o início da pandemia

  • Por Jovem Pan
  • 11/10/2021 07h07 - Atualizado em 11/10/2021 12h50
FERNANDO SILVA /FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOApós avanço da vacinação contra a Covid-19, Rio registrou apenas 295 pessoas internadas por conta da infecção, menor número desde o início da pandemia

A secretaria municipal de Saúde do Rio de Janeiro informou que apenas 295 pessoas estão internadas na capital por conta da Covid-19, o menor número desde o início da pandemia. Nesta semana, foram solicitados apenas 37 leitos. Com menor necessidade de internação, muitos leitos também estão sendo desfeitos. Mais de 10 milhões de doses de vacinas contra o novo coronavírus já foram aplicadas na cidade. Entre os adolescentes, 57% já receberam a primeira dose. O prefeito Eduardo Paes (PSD) falou que, no dia 15 de outubro, deve ser desobrigado o uso de máscara de proteção em espaços públicos e abertos. No entanto, especialistas da Fiocruz e da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) estão cautelosos e acreditam que a medida pode ser precipitada. Com cada vez mais situações voltando à normalidade, Carnaval e Réveillon também já foram confirmados pelo prefeitura. Depois de uma série de atrasos nas entregas das vacinas pelo governo federal, atualmente não faltam mais imunizantes na capital fluminense. Nesta semana, serão aplicadas doses para adolescentes, idosos e repescagem para quem ainda não tomou a vacina.

*Com informações do repórter Mateus Koelzer