Sem posição híbrida na família real, oportunidades não devem faltar para Harry e Meghan

  • Por Ulisses Neto/Jovem Pan
  • 20/01/2020 09h53
EFE/EPA/TOBY MELVILLE / POOLEmbora palavras amáveis tenham sido utilizadas tanto pelo casal quanto pela rainha, o fato é que a relação foi esgarçada

O afastamento do príncipe Harry e família da monarquia britânica parece estar se concluindo com uma certa melancolia dos dois lados. O neto da rainha Elizabeth II se pronunciou no domingo (19) pela primeira vez em público desde que os planos de deixar a Inglaterra foram anunciados.

Harry disse que não via alternativas para a vida do casal e que a solução foi mesmo se afastar de Londres e dos compromissos reais. O príncipe ainda lamentou a situação e reafirmou o sentimento pela Grã Bretanha.

Porém, no sábado (18), ficou decidido que o casal não irá mais representar a rainha Elizabeth II.

Os dois concordaram em não utilizar mais seus títulos da monarquia e ainda vão reembolsar os cofres públicos pela reforma milionária paga com dinheiro do contribuinte na casa em que eles pretendiam morar em Windsor.

No final, ficou claro que a vontade de Harry e Meghan de manter uma posição híbrida dentro da família real não foi atendida. Eles pretendiam se afastar dos compromissos públicos, participando eventualmente do cotidiano da monarquia. Isso não vai acontecer.

Embora palavras amáveis tenham sido utilizadas tanto pelo casal quanto pela rainha, o fato é que a relação foi esgarçada. Os dois também não vão mais receber recursos do fundo que a rainha recebe anualmente.

O pai de Harry, o príncipe Charles, no entanto, vai continuar ajudando o filho neste primeiro momento — o que também está sendo questionado por aqui uma vez que, em última instância, Charles é bancado parcialmente por impostos.

Mas essa é uma questão que deve ser superada rapidamente. Harry vai voltar para o Canadá nos próximos dias e começar a atuar ao lado da esposa para alcançar a dita independência financeira.

Ao abrirem mão dos títulos da monarquia, os dois também estão liberados para fechar o acordo comercial que quiserem. E oportunidades de negócios para um dos casais mais famosos do mundo certamente não irão faltar.