TSE recorre ao ministro da Segurança Pública e ao WhatsApp para conter fake news no 2º turno

  • Por Jovem Pan
  • 17/10/2018 07h07
Creative Commons/MicrosiervosA preocupação, agora, é sobre o boato de que as urnas eletrônicas não são confiáveis

O Tribunal Superior Eleitoral pediu ajuda ao Ministério da Segurança Pública e ao WhatsApp, na tentativa de combater as notícias falsas, que se transformaram na marca desta disputa eleitoral.

A preocupação, agora, é sobre o boato de que as urnas eletrônicas não são confiáveis. Ferramentas especiais foram colocadas à disposição da Justiça Eleitoral para identificar a origem e as notícias com ameaças.

O debate entre os ministros é sobre o limite entre o combate aos crimes eleitorais e a censura.

O mundo político já considera que Jair Bolsonaro será o novo presidente, e aí começa até a briga entre aliados para ocupação do novo Governo. Os petistas dizem que a campana continua e insistem no debate, com a esperança de uma virada.

Confira a cobertura completa das Eleições 2018

*Informações do repórter José Maria Trindade