Ministro diz que a palavra “crise” não faz parte do setor portuário

  • Por Jovem Pan
  • 25/02/2016 07h39
Helder Barbalho (MDB), governador do Pará

 A Secretaria de Portos anunciou que vai receber investimentos de R$ 308 milhões de uma empresa que vai ampliar as operações do porto de Santos. A Rumo Logística passa a controlar mais 1000 m² dentro da área de mais de 117 mil m² que já era arrendada. O dinheiro deve possibilitar o aumento das capacidades de armazenamento, recepção e embarque de produtos de origem vegetal, especialmente grãos.

O ministro da Secretaria de Portos da Presidência da República, Hélder Barbalho, diz que o aporte abre espaço para outros investimentos: “Nós só conseguiremos bater a meta de garantir os investimentos que ultrapassam R$ 47 bilhões se conseguirmos fazer as entregas e os procedimentos demandados pelo setor privado, se eles puderem ser efetivamente assegurados por parte do governo. Com essa entrega, estamos garantindo que esses passos sejam dados”.

Hélder Barbalho expressou otimismo com o setor em um evento promovido pela revista Carta Capital nesta quarta-feira (24/02) em São Paulo. Ele abriu a palestra para empresários e representantes da área dizendo que a palavra “crise” não faz parte do setor portuário.

Informações de Tiago Muniz