Moreira Franco diz que precisou tirar “viés ideológico” de concessões do Governo

  • Por Jovem Pan
  • 01/06/2017 09h56
Ministro da Aviação Civil, Moreira Franco, fala na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle, sobre a situação das obras dos aeroportos, o remanejamento de voos para o período da Copa (Antonio Cruz/Agência Brasil)Moreira Franco - Agência Brasil

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreia Franco, afirma que foi obrigado a despolitizar os programas de concessões do Governo federal. Ele participou nesta quarta-feira do Brazil Investment Forum, evento realizado para investidores, em São Paulo.

O tom do discurso foi otimista e o ministro ressaltou as oportunidades abertas no Brasil pelo novo Programa de Parcerias de Investimentos.

Moreira Franco afirmou que o atual Governo precisou se esforçar para conferir mais transparência às concessões.

Segundo o ministro, o Programa de Parcerias de Investimentos está sendo seguindo “à risca”.

Outra convidada do evento foi a diretora do BNDES, Marilene Ramos. Ela tentou tranquilizar os investidores, em relação aos repasses feitos pelo banco.

A diretora do BNDES disse ainda que o envolvimento de empresas em casos de corrupção fez com que o banco baixasse de emprestar R$ 25 bilhões, no ano passado.

Em 2016, a instituição dispunha de R$ 55 bilhões para repasses à área de infraestrutura. No entanto, boa parte dos recursos acabou retida em razão da falta de crédito das companhias.

Confira a reportagem completa de Vitor Brown: