Pirâmides financeiras: o que são, como identificar e quais os riscos que representam

A recente descoberta de uma quadrilha, no Rio, que deu golpe de bilhões de reais por meio do modelo de negócios, que é proibido no Brasil, acendeu o alerta dos investidores; saiba como reconhecer a fraude

  • Por Lívia Zanolini
  • 20/09/2021 15h21 - Atualizado em 20/09/2021 15h53
Pexels / Anete LusinaA promessa de ganhos fáceis e lucros altos é um dos principais sinais de que o negócio pode se tratar de uma pirâmide financeira

Pirâmides financeiras são modelos de negócios que lucram com base no recrutamento de novos participantes, sem que haja a real comercialização de algum produto ou serviço. É uma prática proibida no Brasil e considerada crime contra a economia popular, uma vez que visa ganhos ilícitos mediante especulações ou processos fraudulentos. Para atrair os clientes e ocultar a fraude, geralmente são usadas empresas de fachada. Para entender como funciona o esquema na prática, veja o exemplo do possível caso de pirâmide financeira que está sendo investigado, no Rio, e que movimentou bilhões por meio de um esquema ilegal de criptomoedas. Os clientes contratavam uma suposta corretora de bitcoin para investir nos ativos, mas, em vez disso, a maior parte do dinheiro ia para conta dos suspeitos. O falso retorno dos investimentos era pago com parte do dinheiro de contratos de novos clientes que permitiam, assim, a continuidade da fraude. A quadrilha atraía as vítimas com a promessa de lucro mensal de 10% sobre o valor investido.

E aí está um dos principais sinais de que o negócio pode se tratar de uma pirâmide financeira: a promessa de ganhos fáceis e lucros altos. Outra situação que merece atenção é quando a empresa anuncia ganhos extras mediante indicação de novos clientes ou vendedores. É preciso que fique claro qual é o produto que está sendo negociado. E mais um sinal de alerta! Se a empresa é desconhecida e não for fácil encontrar informações sobre ela e seus donos, cuidado! É possível que o CNPJ só esteja sendo usado para disfarçar o esquema fraudulento. Fique atento aos sinais. Muitas vezes, as vítimas só se dão conta que estão envolvidas em uma fraude quando a pirâmide deixa de atrair novos clientes e, com isso, se torna insustentável. Isso porque, sem a entrada de mais recursos, não há como remunerar quem já está dentro do esquema. Assim, o sistema entra em colapso, resultando em prejuízos para milhares de pessoas. Para evitar cair nessa armadilha, pesquise sempre sobre o negócio antes de investir e não se deixe enganar com promessas de ganhos exorbitantes, muito acima da média dos índices de rentabilidade praticados no mercado financeiro. Tá explicado?

Gostaria de sugerir algum tema para o programa? É simples. Encaminhe a sugestão para o e-mail online@jovempan.com.br e escreva Tá Explicado no assunto. Participe!