Andressa Urach diz que vai apoiar Bolsonaro até o fim: ‘Quero um país digno’

Modelo enfatizou que apoia o atual presidente por ele ser cristão e rebateu seguidores que a criticaram por ser submissa ao marido e por ter falado de Anitta

  • Por Jovem Pan
  • 17/08/2021 11h41
Reprodução/Instagram/andressaurachoficial/17.08.2021Andressa Urach rebateu as críticas que recebeu de seguidores por apoiar Bolsonaro

A modelo Andressa Urach rebateu as críticas que vem recebendo nas redes sociais por apoiar o governo do atual presidente Jair Bolsonaro. Após rebater alguns seguidores, a vice Miss Bumbum escreveu nos stories do Instagram: “Eu não vou me calar e aceitar meu país virar um comunismo! Os artistas na grande maioria têm medo de se posicionar a favor do Bolsonaro com medo de perder empregos e fãs! Eu não quero fãs, o único que tem que ser adorado é Jesus, quero um país digno para meus filhos viveram. Bolsonaro pode falar algumas coisas que eu não concordo, mas ele tem valores cristãos e vou apoiar ele até o fim. E o Brasil que fica calado, depois não reclama do que a esquerda quer fazer com o Brasil. Dica aos lacradores: vão ler um pouco de história em vez de assistir TikTok”.

A ex-participante de “A Fazenda” também tirou print de uma mensagem que recebeu de um seguidor dizendo que ela deveria ir ao Afeganistão, já que ela gosta de ser submissa ao seu marido, Thiago Lopes. “Estou grávida e você nem deveria estar me enviando essas mensagens”, escreveu Andressa. “É triste ver que os valores da família estão se perdendo. Que triste ver o mundo com pessoas assim… meu amor, eu amo se submissa ao meu marido! Afinal, tenho um homem de verdade em casa. Provedor fiel e carinhoso.” Um outro seguidor rebateu uma recente crítica que a modelo fez a cantora Anitta por criticar Bolsonaro. “A diferença minha e da Anitta é que: eu era macumbeira e hoje não sou mais, já ela ainda é! Eu cobrava caro para dormir com alguém, já ela dá de graça mesmo”, declarou a modelo. “Torço muito para que Anitta se converta a Jesus, assim pararia de atacar o presidente! E ela mudaria as letras e coreografias dela, já que ela tem tantas crianças que são fãs. Mas, acima disso, torço para que ela aceite Jesus, para que a alma dela seja salva”, acrescentou.