O que é, quem e quando o árbitro de vídeo poderá ser acionado no Brasileirão? JP responde

  • Por Jovem Pan
  • 19/09/2017 16h00 - Atualizado em 19/09/2017 16h24
CBF pretende aplicar tecnologia na próxima rodada Brasileirão

A Confederação Brasileira de Futebol decidiu antecipar o uso do VAR (Video Assistant Referee), após a polêmica em torno do gol marcado pelo atacante Jô na vitória do Corinthians sobre o Vasco. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (18) e a ideia da entidade é que o recurso passe a ser utilizado já no próximo final de semana, na 25ª rodada do Brasileirão.

Mas, como funciona o árbitro de vídeo? Quem pode consultá-lo? Quando ele pode ser acionado? Os questionamentos são muitos e as dúvidas tomaram conta dos torcedores, jogadores e treinadores. Para esclarecer o assunto, a Jovem Pan explica a seguir passo a passo como a tecnologia será implantada para pôr fim aos lances decisivos do futebol brasileiro. Confira:

O que é o VAR?

O VAR (Video Assistant Referee) é um sistema de câmeras espalhadas pelo estádio que transmite imagens para uma sala isolada onde assistentes acompanham a partida. Quando há dúvida em um determinado momento do jogo, o VAR é acionado para que o lance seja revisto. Os assistentes checam a jogada e informam a decisão ao árbitro de campo.

Como funciona o VAR?

Ainda de acordo com a FIFA, quando o árbitro identificar a irregularidade ele é obrigado a fazer um gesto com as mãos alusivo a uma tela de televisão. Neste momento, o lance é levado a consulta ao árbitro de vídeo. Revisado, os assistentes informam o árbitro sobre a decisão tomada, que pode ser aceita ou não. Caso a dúvida persista, o próprio juiz pode rever o lance à beira do campo.

Quem pode solicitar o VAR?

Ao contrário de outras modalidades esportivas, como tênis e vôlei, técnicos e jogadores não podem pedir a revisão dos lances polêmicos. No futebol apenas o árbitro de campo pode solicitar a ajuda do recurso de vídeo. E isso só acontece quando o responsável pela partida venha a ter dúvidas da legalidade de algum lance ou quando for informado pelos assistentes.

Em quais situações o VAR pode ser utilizado?

Segundo as regras estabelecidas pela FIFA, o árbitro de vídeo pode ser acionado em lances de gol para verificar se houve alguma irregularidade, como impedimento ou toque de mão na bola, nos pênaltis para saber se houve de fato ou não a falta. Em lances de expulsão, o VAR também pode ser consultado, assim como em confrontos de jogadores dentro do campo.

Quais imagens serão usadas pelo VAR?

Diferente da Copa das Confederações e dos campeonatos europeus, como Alemão e Português, no Brasileirão as imagens que serão utilizadas pelo VAR são as mesmas oferecidas pela emissora detentora dos direitos de transmissão da competição, a Rede Globo. A CBF entende que dessa maneira não restará dúvida aos torcedores, já que todos terão acesso as mesmas imagens.

O VAR pode ser usado com o campeonato em andamento?

Assim como na Libertadores da América, que vai usar o recurso a partir da semifinal, no Brasileirão a tecnologia será implantada apenas na 25ª rodada. Juridicamente, Conmebol e CBF estão respaldadas, já que os regulamentos das competições permitem a implantação do VAR em qualquer fase ou rodada.

O VAR será utilizado em todos os jogos do Brasileirão?

Se já não bastasse começar a utilizar o recurso de vídeo na 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, nem todos os jogos vão contar com a tecnologia. De acordo com o regulamento da competição promovida pela CBF, o uso do VAR vai depender da infraestrutura dos estádios que receberão as partidas da competição nacional.