Em vídeo, Patrick de Paula nega que esteve em balada clandestina: ‘Era um restaurante’

Jogador também criticou a forma como foi abordado pelos torcedores palmeirenses na noite deste domingo, 20

  • Por Jovem Pan
  • 21/06/2021 19h00 - Atualizado em 21/06/2021 19h18
Reprodução/ Instagram @patrick.dpaula99Patrick publicou um vídeo explicando que estava em um restaurante

O meio-campista Patrick de Paula se pronunciou na tarde desta segunda-feira, 21, sobre estar em uma balada clandestina em São Paulo. O Palmeiras o afastou do grupo e aplicou uma multa. O jogador postou um vídeo nas redes sociais e disse que estava em um restaurante com a namorada e amigos, cumpriu as medidas de proteção contra a Covid-19 e criticou os torcedores palmeirenses pelas ofensas. “Ontem falaram muitas coisas, que eu estava em balada clandestina e eu não estava em balada clandestina, estava em um restaurante com a minha namorada e amigos meus. Quando eu fui embora, eu fui pagar e estava muito cheio e eu decidi voltar para não ficar na aglomeração porque estava no protocolo de proteção com máscara e álcool em gel, estava fazendo tudo certo”, disse.

“Quanto eu saí tinha um grupo de pessoas lá fora que falaram muitas coisas, que podiam machucar familiares ou outras pessoas e eu agradeço os seguranças que me ajudaram e me deram apoio. E queria mandar um recado para quem estava lá. Não é assim que se resolve as coisas, na violência. Eu sou muito contra a violência e já quero deixar bem claro que tudo se resolve na conversa”, finalizou. Na manhã de hoje, a assessoria de Patrick de Paula emitiu um comunicado dizendo que o atleta estava em um bar e pediu desculpas pela atitude. Outros jogadores também foram citados nas redes sociais como envolvidos no caso como Rony e Breno Lopes. O camisa 7 negou a ida à balada e disse que estava na igreja com a família.

“Estão viralizando que eu estava em uma festa, enquanto, na verdade, estava na igreja com a minha família. Tenho o maior respeito por cada torcedor do Palmeiras e pelo clube, porém, acima de tudo, tenho respeito pela minha profissão e minha família. Tenham cuidado com essas informações, apurem e divulguem a verdade sempre, pois somos seres humanos”, escreveu Rony em seu Instagram. Breno Lopes disse que jamais desrespeitaria as normas impostas pelo clube. “Tenho responsabilidade sobre a minha profissão e sobre o exemplo que somos para milhares de pessoas, principalmente num momento delicado como esse que estamos vivendo. Precisamos ter muito cuidado na divulgação desse tipo de notícia. O Palmeiras é a oportunidade da minha vida e todos sabem o quanto lutei para chegar até aqui”, escreveu.