Mesmo sem público, Galiotte confirma Palmeiras x Atlético-MG no Allianz

Em nota assinada pelo presidente, o clube alviverde informa que não irá transferir a partida para outro Estado, ainda que não deva receber torcida em sua casa no jogo de ida da semifinal da Libertadores

  • Por Jovem Pan
  • 19/08/2021 14h22 - Atualizado em 19/08/2021 15h50
César Greco / Agência Palmeiras / DivulgaçãoMesmo sem garantia de público, Maurício Galiotte confirmou Palmeiras x Atlético-MG, pela Libertadores, no Allianz

O Palmeiras emitiu um comunicado na tarde desta quinta-feira, 19, confirmando que a partida contra o Atlético-MG, válida pela rodada de ida da semifinal da Copa Libertadores da América, será disputada no Allianz Parque. Em nota assinada pelo presidente Maurício Galiotte, o clube alviverde informa que não irá transferir o jogo para outro Estado, ainda que não deva receber público em sua casa. “Jogaremos a partida de ida da semifinal da Libertadores no Allianz Parque, que é a nossa casa. O Palmeiras, de forma coerente, continuará a respeitar as decisões dos órgãos competentes. A presença ou não de público será determinada pelas regras das autoridades.”

A manifestação do Palmeiras encerra a possibilidade de mudar o jogo decisivo para Brasília, por exemplo, onde as autoridades permitem a presença de torcedores — o Flamengo vem adotando essa estratégia nas últimas semanas. Em São Paulo, o govenador João Doria (PSDB) informou nesta semana que os portões só voltarão a ser abertos em novembro. “O futebol terá também o seu protocolo. Com a liberação dos estádios em São Paulo a partir do dia 1° de novembro, com protocolos, assim como a F1 para garantir a volta gradual e segura das torcidas nos estádios de futebol. Oportunamente divulgaremos isso em conjunto com a FPF (Federação Paulista de Futebol) e a CBF (Confederação Paulista de Futebol)“, disse Doria, nesta segunda-feira.

As semifinais da Libertadores estão marcadas para acontecer entre 22 e 29 de setembro. Assim, o Palmeiras não deverá contar com torcedores em sua casa. A situação, porém, não será a mesma em Belo Horizonte. Prefeito da capital mineira, Alexandre Kalil autorizou o retorno dos torcedores aos estádios. Ontem, por exemplo, 17 mil pessoas acompanharam a vitória do Galo sobre o River Plate, pelas quartas de final. Apesar disso, o mandatário reprovou as cenas vistas no jogo e considerou voltar atrás em sua medida. “Do jeito que está não vai ter, não. Isso foi um acerto entre o Mineirão e o Atlético. Primeiro, foi bom o resultado, todo mundo sabe, nunca escondi meu coração atleticano para ninguém, mas quando eu vi aquela cena no Mineirão eu desesperei, ontem mesmo entrei em contato com o secretário de Saúde (Jackson Machado)”, disse Kalil ao programa “Bom Dia Minas”, da Rede Globo.