Com prisão revogada, Eduardo Cunha volta a movimentar conta no Twitter

Após a revogação, no final de abril, o ex-presidente da Câmara dos Deputados foi absolvido em outro processo baseado nas investigações do ‘Quadrilhão do MDB’

  • Por Jovem Pan
  • 09/05/2021 14h55 - Atualizado em 09/05/2021 15h14
Agência Brasil'Quero agradecer todas as manifestações de carinho recebidas dos muitos amigos e daqueles que torcem por mim', escreveu Cunha em post publicado na manhã deste domingo

O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, voltou a se manifestar no Twitter neste domingo, 9. “Estou retornando a usar as mídias sociais e quero agradecer todas as manifestações de carinho recebidas dos muitos amigos e daqueles que torcem por mim”, escreveu. Cunha aproveitou para prestar homenagens ao Dia das Mães. “Hoje além de tudo é um dia especial. Eu quero cumprimentar a todas as mães pelo dia de hj. Só quem já não pode mais conviver com a sua, sabe o sentimento que toca no nosso coração. Feliz dia das mães”.  No final de abril, o ex-presidente da Câmara e alvo da Operação Lava Jato teve a prisão revogada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). Na última quinta-feira, 6, o ex-deputado foi absolvido em outro processo baseado nas investigações do ‘Quadrilhão do MDB’. Na prática, a decisão da Justiça encerra a ação penal, mas cabe recurso ao Ministério Público Federal (MPF). A decisão foi tomada pelo juiz Marcus Vinícius Reis Bastos, da 12ª Vara Federal do Distrito Federal.

Em março do ano passado, a 13ª Vara da Justiça Federal de Curitiba, no Paraná, determinou a prisão domiciliar de Cunha, preso na Operação Lava Jato, devido a pandemia do novo coronavírus. Desde então, ele passou a ser monitorado por tornozeleira eletrônica. Menos de seis meses depois, em setembro, a Justiça condenou o ex-deputado a 15 anos e 11 meses de reclusão pelos crimes de corrupção passiva e de lavagem de dinheiro. Cunha é acusado de exigir e receber US$ 5 milhões em propina em contratos de construção de navios-sonda da Petrobras.