Spimpolo aprova Dunga no Corinthians: ‘Jogadores me falam maravilhas dele’

O repórter do Grupo Jovem Pan abriu o jogo e contou quais qualidade do treinador encantaram atletas experientes do futebol brasileiro

  • Por Jovem Pan
  • 17/09/2020 14h59 - Atualizado em 17/09/2020 15h00
Montagem sobre fotos/Reprodução/Jovem Pan/CBF/DivulgaçãoO repórter Marcio Spimpolo, do Grupo Jovem Pan, disse que gostaria de ver Dunga como novo treinador do Corinthians

Cinco dias depois da demissão de Tiago Nunes, Dunga pinta como um forte candidato a assumir o comando técnico do Corinthians. O presidente alvinegro, Andrés Sanchez, já revelou que irá atrás de um novo treinador no mercado – o que praticamente inviabiliza a efetivação do interino Dyego Coelho –, e o ex-comandante da Seleção Brasileira é tratado como um dos favoritos à vaga nos bastidores do Timão. Mas será que o gaúcho de 56 anos, que já esteve à frente do selecionado nacional em duas ocasiões, mas soma apenas um trabalho como treinador de clubes, é um bom nome para o Corinthians?

Em participação nesta quinta-feira, 17, no Camisa 10, programa esportivo diário do Grupo Jovem Pan, o repórter Marcio Spimpolo disse que aprovaria a contratação. “Eu gostaria, sim, de ver o Dunga no Corinthians”, afirmou. “Porque ele é um cara que tem história, tem que ser respeitado, tem sangue quente. Muita gente tem preconceito porque ele não tinha nenhum trabalho como treinador antes de assumir a Seleção, mas eu acompanhei toda a caminhada dele na Seleção aqui pela Jovem Pan, e o trabalho dele foi excelente!”, acrescentou.

Ainda segundo o jornalista, o capitão do tetra é muito bem quisto por atletas com quem ele tem contato. “Os jogadores que eu tenho mais convivência e que trabalharam com ele, casos de Luís Fabiano, Robinho e Elano, falam maravilhas do Dunga no dia-a-dia. O jeito como ele trabalha, como ele fala com os jogadores, como lida com o boleiro… Porque ele jogou bola e era bom! Não tinha corpo mole com o Dunga, não! ‘Ah… Mas perdeu a Copa na África do Sul!’. Perdeu porque o Felipe Melo teve um destempero e tal, mas, nas Eliminatórias, o Brasil enquadrou os principais adversários jogando na casa deles! Contra a Argentina em Rosário, contra o Uruguai em Montevidéu… O Brasil fez excelentes jogos! Pode dar certo, sim, no Corinthians”, finalizou.

Dunga não trabalha como treinador desde o meio de 2016, quando foi demitido da Seleção após fraca campanha nas Eliminatórias e eliminações nas Copa América de 2015 e Centenário. Ele, que havia sido campeão continental e da Copa das Confederações com o Brasil entre 2006 e 2010, caiu nas quartas de final da Copa do Mundo da África do Sul para a Holanda e, antes de ser novamente contratado pela CBF em 2014, realizou o até agora único trabalho por clubes na carreira: no Internacional, em 2013. Ao todo, comandou o time colorado em 52 jogos, teve aproveitamento de 59,61% (25 vitórias, 18 empates e nove derrotas) e foi campeão gaúcho após vencer os dois turnos do Estadual.

Confira, abaixo, o comentário completo de Marcio Spimpolo: