Apesar de incerteza sobre Covid-19, Trump indica ida a debate, mas Biden defende cancelamento

O democrata defende que o evento não pode acontecer se Trump ainda estiver com o vírus

  • Por Jovem Pan
  • 07/10/2020 07h44 - Atualizado em 07/10/2020 08h01
Chris Kleponis/EFEMesmo que ainda não esteja curado da doença, o republicano diz que irá participar do próximo debate eleitoral, marcado para a semana que vem

Um dia após o presidente deixar o hospital militar, o médico Sean Conley, que tem acompanhado Donald Trump, disse que o republicano está “extremamente bem”. Segundo o especialista, “ele descansou bem em sua primeira noite em casa e, hoje, não reportou nenhum sintoma. sinais vitais e exames físicos se mostraram estáveis”.  O presidente dos Estados Unidos, que testou positivo para o coronavírus, voltou a minimizar a gravidade da Covid-19 e teve publicação bloqueada em redes sociais. Ele alertou para o início da “temporada de gripe” e questionou: “vamos fechar nosso país? não, aprendemos a conviver com ela, assim como estamos aprendendo a conviver com a Covid-19, que, na maioria das populações, é muito menos letal”. No entanto, na verdade, o coronavírus já matou cerca de 210 mil pessoas no país até agora, enquanto a gripe sazonal vitimou entre 22 mil e 51 mil pessoas nos últimos cinco anos no país.

A publicação do republicano foi deletada pelo Facebook e, no Twitter, recebeu alerta de informações “enganosas”. Nesta terça-feira, 06, a alta cúpula militar norte-americana entrou de quarentena após um almirante receber diagnóstico positivo para coronavírus. O almirante Charles Ray participou de reuniões no final da semana passada com militares do alto escalão, incluindo o general do exército Mark Milley, principal conselheiro militar de Trump.

Mesmo que ainda não esteja curado da doença, o republicano diz que irá participar do próximo debate eleitoral, marcado para a semana que vem. A hipótese é refutada pelo rival Joe Biden, que considera a situação como “muito séria” e diz que o evento não pode acontecer se Trump ainda estiver com o vírus. O democrata reiterou que quer debater com o republicano, mas espera que “todos os protocolos sejam seguidos”. O  porta-voz de Donald Trump disse que o presidente estará saudável até lá e que Biden não pode escapar do debate.

*Com informações da repórter Camila Yunes