Secretário de Segurança do RJ lamenta mortes de PMs no Estado e pede reforma criminal

  • Por Jovem Pan
  • 14/08/2017 06h44 - Atualizado em 14/08/2017 11h06
O número de PMs assassinados só neste ano no Estado chegou a 97

O secretário de Segurança do Rio de Janeiro, Roberto Sá, pediu a mudança na legislação criminal brasileira. O pedido foi feito no sábado (12), durante o enterro de um dos três policiais mortos em menos de 24 horas.

O número de PMs assassinados só neste ano no Estado chegou a 97.

Segundo Roberto Sá, enquanto as penas para criminosos não forem modificadas, a sociedade vai continuar a “sangrar”: “eu vejo reforma tributária, reforma política, reforma econômica, cadê a reforma criminal? Essa legislação te atende como cidadão? Você acha que três anos para quem porta fuzil  para sair com seis meses é razoável? Quem tira a vida de uma pessoa pode progredir em uma pena de 15 sair com cinco ou seis anos? Não é razoável”.

A declaração de Roberto Sá foi durante a cerimônia de enterro do soldado Samir da Silva Oliveira, de 37 anos. Ele já tinha saído do trabalho, mas decidiu ajudar os colegas que abordavam um carro suspeito na zona norte do Rio.

Quando se aproximou, os criminosos deram um tiro no rosto dele. Oliveira chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu. Ele era casado e deixa uma filha de 7 anos.

*Informações da repórter Natacha Mazzaro