Suspeitos são mortos durante reintegração de moradias populares tomadas por traficantes

  • Por Jovem Pan
  • 11/08/2018 12h29 - Atualizado em 11/08/2018 12h30
Reprodução/O Dia/WhatsappCem policiais civis foram direcionados para reintegrar imóveis do Minha Casa Minha Vida ocupados por bandidos em Belford Roxo, Rio de Janeiro

Ao menos dois suspeitos morreram e mais de dez ficaram feridos em confronto durante uma reintegração de posse de um conjunto habitacional do “Minha Casa, Minha Vida” em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, nesta sexta-feira (10). Onze pessoas foram presas.

A Polícia investigava a invasão de unidades de um conjunto. Os bandidos ou cobravam taxa de segurança dos moradores ou os expulsavam da unidade para transformar a casa em um “bunker”, boca de fumo ou esconderijo de armas e traficantes.

As investigações partiram de denúncias feitas por moradores e também após a morte de um dos residentes do conjunto habitacional.

Na operação, houve resistência dos bandidos e troca de tiros com os policiais. Ao menos dois suspeitos morreram e mais de dez foram detidos na operação, que reuniu mais de 100 agentes da Polícia Civil, que contou com o apoio do Ministério Público.

Segunda ação

Este foi o segundo dia consecutivo de operação do mesmo tipo no Estado fluminense. Na quinta (9), as Forças Armadas, com o apoio das polícias locais, estiveram em um condomínio em Campos, norte do Estado, para reintegração de posse.

Lá, os bandidos também expulsaram os moradores e tomaram conta do condomínio de baixa renda. Nesta ocasião, mais de 30 criminosos foram presos.

Com informações do repórter Rodrigo Viga ao Jornal da Manhã