Você sabe como são elaboradas as questões do Enem e quem são os profissionais envolvidos no processo?

Neste ano, 3.109.762 estudantes tiveram a inscrição confirmada e poderão fazer as provas nos dias 21 e 28 de novembro; é o menor número desde 2005

  • Por Lívia Zanolini
  • 29/09/2021 15h24 - Atualizado em 29/09/2021 15h44
ADAILTON DAMASCENO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOProtegidas por forte esquema de segurança, as provas permanecem armazenadas em contêineres sob a guarda do Exército Brasileiro até o dia da aplicação

Criado em 1998, o Exame Nacional do Ensino Médio avalia a qualidade da Educação Básica, no Brasil. Na primeira edição, mais de 115 mil estudantes brasileiros participaram do exame. Em 2009, as notas obtidas nas provas também passaram a ser utilizado como mecanismo de acesso a universidades, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e do Programa Universidade para Todos (ProUni). A logística do exame é complexa e envolve mais de 600 mil pessoas em todas as etapas do processo. A começar pelo processo de elaboração das questões, que é feito em 10 etapas:

  • Primeiro, é publicado um edital de chamada pública para selecionar os colaboradores que irão formular as questões;
  • Os profissionais escolhidos passam por capacitação;
  • Depois disso, as questões são elaboradas;
  • Na etapa seguinte, os itens são analisados pelo revisor técnico-pedagógico;
  • Modificadas ou não, as questões são submetidas à avaliação de especialistas convidados pelo Inep, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, que é órgão responsável pela prova;
  • Depois, os itens também precisam ser validados por especialistas do Enem;
  • E o processo não para por aí. Todas as questões aprovadas passam por um pré-teste, em que são aplicadas para uma amostra populacional;
  • A partir das respostas, são feitas análises psicométricas e pedagógicas, que permitem classificar, entre outros pontos, os níveis de dificuldade das questões. As que atenderem a todos os critérios avançam para a etapa seguinte.
  • As questões aprovadas passam a integrar o Banco Nacional de Itens, que é um repositório de questões que ficam à disposição do Inep para uso em futuros exames.
  • Por último, normalmente no fim do primeiro semestre, são definidas as questões que irão compor a prova daquele ano. Essa seleção e a definição do tema da redação são feitas por especialistas do Inep, com auxílio de professores.

As provas são protegidas por forte esquema de segurança, tanto dentro do Inep, como no transporte, na gráfica e na distribuição. E permanecem armazenadas em contêineres sob a guarda do Exército Brasileiro até o dia da aplicação. No Enem deste ano, 3.109.762 estudantes tiveram a inscrição confirmada e poderão fazer as provas nos dias 21 e 28 de novembro. É o menor número desde 2005, quando as notas ainda não eram utilizadas como forma de ingresso no ensino superior. Tá Explicado?

Gostaria de sugerir algum tema para o programa? É simples. Encaminhe a sugestão para o e-mail online@jovempan.com.br e escreva Tá Explicado no assunto. Participe!