Você sabe como são treinados os cães policiais?

Donos de habilidades que complementam o trabalho das forças de segurança pública, os chamados heróis de quatro patas passam por treinamento que dura cerca de dois anos até que estejam completamente prontos para a função

  • Por Lívia Zanolini
  • 03/02/2021 15h07 - Atualizado em 03/02/2021 15h11
Pixabay / Thomas43Embora não seja determinante, algumas raças são consideradas mais propensas à atividade policial, como o Pastor Alemão, o Pastor Belga Malinois e o Labrador

Os cães policiais são parceiros importantes no trabalho da polícia. Ágeis, agressivos quando necessário e com o faro extremamente aguçado, eles ajudam no combate à criminalidade e auxiliam na segurança do próprio policial. Embora não seja determinante, algumas raças são consideradas mais propensas à função, como o Pastor Alemão, o Pastor Belga Malinois e o Labrador. Na Polícia Militar na capital paulista, os cães chegam de três formas. A maioria é comprada por volta de um ano de idade e, a partir daí, passa por testes. Mas também tem os que nascem no próprio canil e os que são doados. Responsável pelo treinamento dos cães, o capitão Juliano Cesar Sirio, comandante da 2ª Companhia do 5º Batalhão de Polícia de Choque/Canil, explica que o adestramento consiste em adaptar os comportamentos que são naturais da espécie, como o ato de farejar e a mordida, para o desempenho da função. “O carro chefe do trabalho aqui do canil consiste na detecção. Detecção de  drogas, de explosivos e de pessoas desaparecidas em região de mata. Basicamente, nós associamos ao comportamento desejado recompensas”.

Com relação à detecção de drogas, o comandante esclarece que o treinamento consiste em associar o comportamento desejado a um sinal, que, neste caso, é o odor que a droga exala. Quando o animal realiza a associação correta, recebe uma recompensa, que normalmente é um brinquedo ou um alimento. Ainda segundo o capitão, cada cão é treinado para determinado tipo de função. Além dos que detectam drogas, explosivos e localizam pessoas, existem também os cães que atuam no patrulhamento das cidades. “São cães treinados para que, através do comportamento de intimidação e de imobilização, através da mordida imobilizatória, atuem em situações de marginal armado de faca, homiziado, numa abordagem policial para oferecer maior segurança para o patrulheiro, para o policial militar”. Todo o processo de treinamento dos cães dura cerca de dois anos. Normalmente, eles se aposentam aos oito anos e é comum que sejam adotados pelo policial a quem serviram. Tá Explicado?

Gostaria de sugerir algum tema para o programa? É simples. Encaminhe a sugestão para o e-mail online@jovempan.com.br e escreva Tá Explicado no assunto. Participe!