Impedido de jogar na Itália, Eriksen rescinde com a Inter de Milão

O meia está sem jogar desde 12 de junho, quando sofreu uma parada cardíaca na partida entre Dinamarca e Finlândia, válida pela primeira rodada da fase de grupos da Eurocopa, em Copenhague

  • Por Jovem Pan
  • 17/12/2021 11h28 - Atualizado em 17/12/2021 11h36
MARCO BERTORELLO / AFP Eriksen durante partida da Inter de Milão pelo Campeonato Italiano Eriksen durante partida da Inter de Milão pelo Campeonato Italiano

A Inter de Milão anunciou, na manhã desta sexta-feira, 17, a rescisão de contrato com o meio-campista Christian Eriksen, em comum acordo. O motivo da quebra do vínculo deve-se ao fato do armador dinamarquês, que sofreu uma parada cardíaca há seis meses, em jogo válido pela Eurocopa, não poder atuar no futebol local. Assim, o clube agradeceu os serviços prestados pelo jogador, que participou da conquista do Campeonato Italiano na última temporada. “O Clube e toda a família Nerazzurri abraçam o jogador e desejam-lhe o melhor para o seu futuro. Mesmo que hoje os caminhos do Inter e do Christian se separem, um vínculo forte e indissolúvel permanecerá. Os melhores momentos, os gols e as vitórias, o abraço da torcida de fora do San Siro na celebração do Scudetto: tudo ficará para sempre fixo na história dos Nerazzurri”, escreveu a diretoria.

Christian Eriksen sofreu uma parada cardíaca na partida entre Dinamarca e Finlândia, válida pela primeira rodada da fase de grupos da Eurocopa, em Copenhague, no dia 12 de junho. Reanimado em campo, ele foi levado ao hospital e passou por uma cirurgia para implantação de um cardiodesfibrilador interno (CDI), que foi realizada com sucesso. Em um primeiro momento, o dispositivo instalado no coração do meia não seria um fator impeditivo para que o meia retorne aos gramados. Contudo, jogar futebol com este tipo de dispositivo não é permitido na Itália. Na Holanda, por exemplo, não qualquer regra sobre o assunto.

Formado nas categorias de base do Ajax, da Holanda, o meia se destacou no Tottenham, da Inglaterra, onde jogou de 2013 a 2020. Na temporada passada, ele fez a sua primeira participação com a camisa da Inter de Milão, ajudando o time na conquista do título do Campeonato Italiano. Ao todo, o atleta de 29 anos fez 34 partidas representando a equipe italiana, contribuindo com quatro gols. Seu futuro no futebol, no entanto, ainda está indefinido. Recentemente, vale lembrar, o atacante Sergio Aguero, então no Barcelona, anunciou aposentadoria precoce devido a identificação de uma arritmia cardíaca.